Em 24 de fevereiro de 2014, quando o navio cargueiro espanhol Luno, com 100 metros de comprimento e carregado de fertilizantes, colidiu contra um paredão de pedras em Anglet, na costa sudoeste da França, 12 tripulantes tiveram de ser resgatados.

Na época, o incidente passou despercebido pela maioria dos ufólogos. Contudo, o pesquisador Jason Gleaves, 46 anos, ao observar o resgate filmado pela emissora francesa BFMTV, notou algo até então despercebido: o surgimento de dois ovnis [VIDEO] metálicos próximos ao helicóptero de resgate.

O assuntou voltou a repercutir neste domingo, 25 de março, nos jornais britânicos The Sun e Daily Record, após o ufólogo publicar o livro UFO PHOTO, lançado pela editora Flying Disk Press.

Confira a capa da obra e as principais manchetes.

Além das imagens, ele também divulgou a gravação original no Youtube. Nela, é possível notar dois objetos prateados de forma oval passando em alta velocidade à frente do helicóptero, momentos antes dele resgatar os sobreviventes.

“UFOs gêmeos passam perigosamente perto de Air Sea Rescue Helicopter, na costa da França, enquanto resgatava tripulação de um navio espanhol afundando”, comenta Gleaves, ao descrever o acontecimento na internet.

Ele, que trabalhou na Força Aérea Real (Royal Air Force) da Inglaterra, e sabe identificar diferentes tipos de aeronaves, revela estar convicto de que dois objetos voadores não identificados [VIDEO] se manifestaram naquele dia.

Ao analisar as imagens com ajuda de softwares específicos, o ufólogo descartou a possibilidade de eles serem estruturas forjadas na Terra ou até mesmo aves.

“Após uma análise mais detalhada dos quadros de vídeo, os dois objetos permanecem juntos em voo, em uma formação compacta, não se desviando um do outro”, avalia.

Nick Pope, que trabalhou no Ministério da Defesa britânico, pesquisando aparições de UFOs, revela ao The Sun conhecer a seriedade com que Jason Gleaves trata o fenômeno. Para ele, o pesquisador é um dos profissionais mais experientes em analisar imagens desse tipo.

"Jason esteve envolvido em pesquisar e investigar ovnis e outros mistérios, mas sua área particular de especialização é análise de imagens. Jason tem habilidade e experiência em examinar cuidadosamente fotos e vídeos, separando o fato da ficção", diz Pope.

Ainda que o veredito sobre a procedência do episódio continue um mistério, a gravação exibe duas estruturas metálicas ovais, a clássica forma das alegadas naves espaciais.

Veja o vídeo original.