Alguns crimes que acontecem em todo o mundo surpreendem pela forma como se desenvolvem. [VIDEO] Problemas familiares são comuns, mas algumas iniciativas realmente são as mais complexas possíveis. James Eric Davis Junior, de apenas dezenove anos de idade, acabou matando os próprios pais em uma universidade de Michigan [VIDEO], nos Estados Unidos.

A morte do pai e da mãe teria acontecido problemas familiares que o rapaz estava passando, segundo a polícia. O jovem chegou a fugir do local, porém, mais tarde, acabou sendo encontrado pela polícia. O caso foi confirmado pela própria universidade, que emitiu um comunicado informando que não permite armas de fogo no campus.

Polícia prende jovem que matou pai e mãe em universidade americana

A universidade acabou reportando detalhes a respeito de como as coisas ocorreram. O garoto, após matar os pais, chegou a se esconder em uma passagem de trem. No entanto, ele foi denunciado por uma testemunha que já sabia do tiroteio na universidade de Michigan e achou estranho encontrar o jovem em tal condição. A universidade garantiu que, mais tarde, James Eric Davis foi preso sem oferecer qualquer tipo de resistência pelas forças oficiais de segurança. O caso, que acabou sendo divulgado por portais de notícias de todos os Estados Unidos, mais uma vez, reabriu a discussão sobre o comércio de armas facilitado nos EUA. Já são cerca de 20 incidentes com armas de fogo em instituições de ensino apenas em 2018 nos EUA.

Mais de 100 agentes, alguns fortemente armados, buscavam o universitário pela vizinhança.

As autoridades federais, estaduais e locais procuravam por Davis usando helicópteros e cães policiais. A polícia confirmou que o jovem tinha problemas por drogas e acredita que os seus pais teriam ido ao campus da universidade para conversar com ele, quando o assassinato aconteceu.

O caso teve grande repercussão. "Parabéns jovem, conhecendo a justiça do seu País, vc nunca mais vai sair em liberdade, apenas qdo enterrarem seu corpo, se vc tivesse nascido no Brasil você viraria uma celebridade nacional, bajulada pela mídia e em menos de 10 anos estaria nas ruas, vc nasceu no País errado, tenha uma ótima injeção letal. (sic)", disse um internauta ao comentar o assunto. "Se ele tivesse sido vítima seria " Jovem NEGRO é assassinado nos EUA" . Agora que ele é o assassino por que não colocam " Jovem NEGRO assassina os pais nos Estados Unidos? (sic)", questionou ao falar sobre o tema que ganhou a mídia.