Uma menina de 11 anos deu à luz por cesariana após ter sido supostamente estuprada por seis homens. Conforme informações da imprensa local, a jovem foi atraída pelos acusados com o pretexto que eles dariam dinheiro à ela, porém, em vez disso a garota foi violentamente abusada pelos agressores. Este mês a menina deu à luz a uma criança prematura. Acredita-se que seu bebê esteja passando por alguns “problemas de saúde [VIDEO]”.

De acordo com a polícia, todos os seis suspeitos do ataque que aconteceu na cidade de Rajkot, no oeste da Índia, foram presos na semana passada, segundo sites indianos, incluindo o site NDTV. Os suspeitos de terem cometido o crime foram identificados como Vijanand Ahir, idade não revelada, Vipul Chavda, de 40 anos, Govind Sakariya, de 61 anos, Arvind Kubawat, de 60 anos, Nanji Javiya, de 67 anos, e um adolescente de 17 anos.

Os homens, que supostamente atraíram a garota para oferecer seu trabalho de limpeza de suas casas, foram presos depois que a mãe da vítima reclamou à polícia que sua filha estava grávida, de acordo com o site indiano India Express. Um porta-voz da polícia disse que a jovem mãe estava em uma condição estável depois de dar à luz. “O recém-nascido teve alguns problemas de saúde e foi internado em um hospital infantil administrado pelo governo”, relatou o comando policial. De acordo com o porta-voz da polícia, a vítima escondeu os abusos da família, mas acabou revelando após ficar grávida.

"O pai da menina está desempregado devido a problemas de saúde e sua mãe trabalha como empregada doméstica. Ela foi atraída por eles com a oferta de dinheiro. A questão veio à tona depois que ela descobriu que estava grávida de oito meses.

Inicialmente, a menina ocultou o incidente de seus familiares, mas acabou contando à mãe", disse o porta-voz da polícia. O caso continua sendo investigado.

Outro caso de violência sexual contra criança

Um homem supostamente estuprou uma menina de três anos e meio em Nova Deli depois de atraí-la para longe de seu pai, sob o pretexto de comprar um sorvete para ela, no sábado (17). A polícia disse que o incidente ocorreu na área de Kalyanpuri e o acusado, Shankar foi preso. O policial disse que a menina é residente na área de Trilokpuri, que fica a cerca de 2 km de Kalyanpuri. O pai da vítima é vendedor de fruta enquanto a mãe é dona de casa. No sábado, houve um corte de energia no Trilokngar e a menor estava de pé perto do carro do pai.

O acusado, que é vizinho da vítima, levou-a para longe de seu pai depois de prometer comprar um sorvete para ela. "Mas ele a levou para um lugar isolado e a estuprou [VIDEO]", disse a autoridade. Depois de agredir sexualmente a criança, o homem acusado deixou a menina perto do carro de seu pai. O pai da menina a viu sangrando e a levou para o hospital. O acusado foi preso com base nas informações fornecidas pela criança.