Na última quinta-feira (15), uma aeronave provocou uma "chuva" de metais preciosos e diamantes enquanto partia do Aeroporto de Yakutsk, situado na Sibéria. O incidente teria ocorrido porque o carregamento não foi armazenado de forma correta no interior do avião, o que, por sua vez, causou pressão excessiva sobre uma escotilha e a fez se romper.

Segundo declarações oficiais, todas as nove toneladas da carga – cujo valor é estimado em cerca de R$ 1,2 bilhão – já teriam sido recuperadas pelas autoridades locais.

A empresa proprietária dos valiosos materiais afirmou recentemente que perdeu somente barras (cada uma pesando 20 kg) de uma liga metálica conhecida como doré, a qual é feita de ouro e prata.

Entretanto, de acordo com o jornal local Siberian Times, os primeiros relatos apontavam que a carga também era composta por platina e diamantes, e, além disso, a polícia de Yakutsk disse ter recuperado apenas 3,5 toneladas do carregamento.

Assim, os moradores da região onde o incidente aconteceu estão suspeitando que a informação oficial seja falsa.

Por causa disso, teve início uma verdadeira operação amadora de caça ao tesouro em um subúrbio chamado Markhi. As buscas estão sendo concentradas em um pântano coberto de gelo que se encontra nas proximidades do aeroporto, onde os cidadãos acreditam que possa estar a chave para se tornarem ricos. Vídeos como o apresentado a seguir só reforçam a teoria:

Procurando diamantes e metais preciosos

O Siberian Times afirmou que outra publicação russa, chamada Moskovsky Komsomolets, reportou que os empregados do Aeroporto de Yakutsk recolheram com sucesso o material que havia caído na pista de decolagem depois que o avião alçou voo, e colocado tudo em um local de armazenamento protegido.

Mesmo assim, surgiu a informação não oficial de que os habitantes da região estariam literalmente andando sobre ouro, e apareceram rumores de que houve acobertamento sobre os detalhes relacionados à carga que a aeronave perdeu.

Um oficial que trabalha no aeroporto, cuja identidade não foi revelada, disse que os trabalhadores do aeródromo foram instruídos a dizerem aos jornalistas apenas o seguinte sobre o incidente: "Não vimos nada, não sabemos de nada, é falso".

Além disso, somente os empregados considerados confiáveis estavam autorizados a lidar com a carga preciosa. Mas, mesmo assim, eles foram forçados a passar por detectores de metais antes de poderem ir para suas casas, e as autoridades revistaram os automóveis de cada um desses indivíduos por pelo menos 20 minutos.

Uma fonte pertencente à própria polícia acabou revelando que "talvez" nem todo o carregamento tenha sido recuperado. Somado a isso, existe a informação de que barras de ouro podem ter caído a vários quilômetros de distância do aeroporto.

De acordo com um morador local, identificado apenas como Nikolay, os caçadores de tesouros não estão sendo advertidos pelos agentes da lei de que podem ser acusados de roubo.

Por causa de toda essa incomum situação, ainda segundo o Siberian Times, foi relatado que todos os voos para Yakutsk encontram-se lotados, já que muitas pessoas estão se deslocando até a cidade para tentarem achar algum item valioso que ainda possa estar escondido sob a neve.

Siga a página Curiosidades
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!