Alguns crimes que acontecem em todo o mundo surpreendem pela maneira como são detalhados. Entender porque uma coisa acontece não é tão simples quanto parece. Nessa semana, uma situação que aconteceu na cidade de Ohio, nos Estados Unidos, repercutiu em todo o mundo. Uma professora da região, identificada como Laura Lynn Cross acabou confirmando que mantinha relações sexuais com um dos alunos. Ela e o estudante, de quatorze anos, tiveram diversas relações, até que Laura descobriu que estava grávida. Ela acabou engravidando do próprio aluno e, conforme sua barriga crescia, mais sua situação ficava complicada.

Professora chama aluno para tomar banho de piscina e abusa sexualmente dele

A docente sabia que o aluno vivia um momento familiar difícil.

Os pais dele estavam em processo de separação. Ela, inicialmente, o chamou para tomar um banho de piscina em sua casa. O convite acabou resultando em atos sexuais entre os dois. Eles acabaram virando uma espécie de casal de namorados. No entanto, esse tipo de relação, nos Estados Unidos, é visto como um abuso sexual. Muitos docentes já foram presos por fatos semelhantes.

Aluno passa a morar com professora, que engravida dele

A professora acabou convencendo a mãe do aluno que seria bem melhor ele ir morar com ela. Laura disse à mãe que o menino estava extremamente fragilizado com as brigas entre os pais. Entender a evolução desses problemas não foi algo tão simples e o processo judicial entre eles ficou realmente ruim. O homem então acabou passando a namorar com sua teacher. O relacionamento começou em 2013 e durou três anos.

Em 2015, a mãe do adolescente fez uma queixa-crime contra Laura Lyn.

Professora decide ter bebê e confessa 'abuso'

Mesmo assim, àquela altura, o aluno já estava apaixonado pela professora. Aos dezessete anos, ele não quis mais sair de perto da docente e, mais tarde, descobriu-se a gravidez dela. A mestre decidiu não fazer o aborto e levar a gravidez adiante. A mulher confessou que o bebê, que já até nasceu, é mesmo do aluno.

Muitos internautas falaram sobre o tema. "isso nunca aconteceu na minha época. sem contar o padrão das "tias". lamentável", disse um dos internautas nas redes sociais. "Porque na minha época não tinha essas mulheres assim? E olha que cheguei agora nos 40", disse outro homem em tom machista ao falar sobre o importante tema, que tomou conta das redes sociais. Muita gente ficou chocada com tudo.