Não sabemos se assombrações existem. Porém, desde o surgimento da humanidade histórias sobre espíritos vagando em nosso mundo norteiam o imaginário coletivo. Esses contos também solidificaram incontáveis religiões, cuja crença na existência da alma e na capacidade da mesma em atuar entre os vivos permanece ativa até hoje.

Atualmente, além da fé, existe a tecnologia. Dessa vez, o suposto fantasma de um homem cavalgando num castelo do século 11 fora captado por um drone.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, em 12 de abril, Thomas Arnold, 41 anos, técnico em produção de TV, pôs o equipamento recém adquirido para voar sobre o castelo de Berkeley , no condado de Gloucestershire (Inglaterra).

Após o drone sobrevoar o local e perder contato por cerca de dez segundos, Arnold apertou a opção de piloto automático, que faz o aparelho voltar para o lugar de origem. Ao conferir a gravação em casa, ficou assustado com o que viu: a imagem de uma figura branca que parecia cavalgar no pátio do castelo.

“Quando eu vi, eu disse oh meu deus, o que é aquilo. Comecei a dar zoom e a rebobinar e definitivamente havia algo lá. Apertei a tecla 'voltar para casa', mas só quando cheguei em casa percebi o que descreveria como uma aparição atravessando o pátio”, conta para o Daily Mail.

Ao assistir o vídeo, não há como negar o surgimento de uma figura translúcida em rápido movimento no interior do castelo. Todavia, também é impossível sentenciar a origem da anomalia.

Entretanto, o técnico em produção de TV, que revela ter passado por experiência sobrenatural [VIDEO] na infância, acredita ter filmado um legítimo espírito.

Ele ainda faz questão de falar sobre o inusitado acontecimento de quando era criança.

“Quando eu tinha sete ou oito anos, eu e meu avô fomos vistos [conversando] com uma vizinha, a sra. Bramble, e lembro de estar sentado em um banco conversando com ela. Chegamos em casa e minha avó perguntou o que [tínhamos feito], e quando dissemos a ela que estávamos conversando com a sra. Bramble, ela nos disse que [ela] tinha morrido na noite anterior”, recorda.

Com mais de 205 mil visualizações (Youtube) em quatro dias de exibição, a gravação divide os internautas. Enquanto alguns acreditam, outros dizem se tratar da fumaça das chaminés do castelo.

Contudo, Thomas Arnold destaca que não havia fumaça naquele dia. Também acrescenta que o vento soprava na direção contrária do trajeto seguido pelo alegado espírito.