Um homem acusado de ter abusado sexualmente uma criança foi amarrado em uma árvore e apedrejado. [VIDEO]O acusado foi identificado pelas autoridades locais como Medarai Sayanna, de 50 anos. Para a polícia ele é o principal suspeito de ter estuprado uma criança de apenas 7 anos. O incidente ocorreu no vilarejo de Donkeshwar, no distrito de Nizamabad, na Índia, no sábado (7). De acordo com a polícia, a menor estava sozinha em sua casa quando o acusado atraiu-a na promessa de comprar comida para ela.

O suspeito estava bêbado quando cometeu o crime. Conforme relatos, os aldeões alertaram os pais da menina ao vê-la chorando e em um estado angustiante.

Enquanto os pais da vítima a levaram para um hospital próximo, centenas de moradores tomaram a lei em suas próprias mãos. Eles pegaram o acusado e o espancaram brutalmente.

"Os aldeões enfurecidos amarraram-no a uma árvore e bateram nele com lathis. Embora apenas cerca de 15 a 20 pessoas o espancassem, a vila inteira de cerca de 400 pessoas participou do incidente. Entretanto, ninguém informou a polícia até tarde da noite. O homem foi levado para um hospital onde morreu no domingo (8)", disse o comissário assistente da polícia Armoor, Shiva Kumar, segundo o site indiano Times of Indian. A polícia está atualmente investigando o caso e tentando encontrar os acusados.

"Nenhum dos aldeões deu qualquer declaração. Estamos tentando obter vídeos. Temos certeza de que alguém deve ter filmado um vídeo, mas até agora ninguém se apresentou", acrescentou Kumar.

Ele se divorciou três vezes e mora sozinho. Sua terceira esposa o deixou após acusá-lo de assédio e seu filho M Raju também o abandonou e mora sozinho.

Outros casos semelhantes

No entanto, esta não é a primeira vez que a sociedade assume leis em suas próprias mãos, especialmente em casos de estupro. Em 26 de março, dois homens acusados de estuprar uma garota de 17 anos foram obrigados a andar nu na frente de uma grande multidão na cidade de Yingkiong, em Arunachal Pradesh. No início de março, um homem acusado de estuprar um menor encontrou um destino semelhante em Daporijo, no distrito de Upper Subansiri, em Arunachal Pradesh.

Em meados de fevereiro, um homem de 30 anos, e um amigo acusado de raptar e estuprar uma criança de apenas 5 anos na cidade de Tezu, Arunachal Pradesh, foram mortos. Conforme relatos, os dois suspeitos foram linchados por uma multidão composta por mil homens até a morte.

Leia também:

Mulher de 20 anos presa por matar companheiro bem mais velho com facada no peito

Mulher é morta com 6 tiros na cabeça na frente dos amigos em posto de gasolina [VIDEO]