Mais um ataque contra pedestres, ocorrido nesta segunda-feira (23), voltou a deixar o mundo chocado. O atentado agora ocorreu na cidade de Toronto, no Canadá, onde um homem de 25 anos, ao volante de uma van, que seria alugada, invadiu uma calçada, atropelando dezenas de pedestres. [VIDEO] Nove pessoas morreram e outras 16 ficaram feridas, de acordo com a Polícia. A pessoa, apontada como a autora do ataque, foi presa pouco depois.

O atentado ocorreu por volta das 13h30 (horário local), uma van branca subiu a calçada na região da rua Yonge com a avenida Finch, atropelando várias pessoas e deixando um rastro de pânico e morte.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Polícia

“Recebemos várias ligações de pessoas dizendo que um veículo estava atropelando pessoas”, disse Peter Yuen, chefe da polícia local. Ele afirmou ainda que a pessoa que dirigia o veículo foi presa momentos depois e está sob custódia.

Enquanto as investigações prosseguirem o trânsito no local ficará fechado.

As autoridades também divulgaram [VIDEO] um número de telefone a fim de conseguir mais testemunhas e analisará as imagens de circuitos de segurança. A polícia não informou se o rapaz apresentou alguma justificativa para o ataque ou se disse qualquer outra coisa que pudesse levar ao entendimento de quais seriam suas motivações para cometer a barbárie. A identidade do homem detido também não foi revelada pelas autoridades, mas a rede de TV americana CBS divulgou que o homem se chama Alek Minassian.

“Nossos corações e pensamentos estão com as vítimas e seus familiares”, declarou o prefeito de Toronto, John Tory, que ainda fez um apelo para que as pessoas não circulem pela região e assim dar condição para que os policiais possam trabalhar.

Ele também solicitou que os comércios locais também fechem suas portas.

Depois da prisão do homem, a polícia revelou que a van usada pertence a empresa Ryder, que trabalha com a locação de veículos. A empresa se manifestou através de um comunicado à imprensa e disse que está colaborando com as investigações. “Estamos colaborando totalmente com as autoridades”, disse a locadora.

Um vídeo, divulgado pela imprensa do Canadá, mostra o momento que o homem é detido pelos policias.

Hospitais recebem feridos

A agência de notícias Reuters, divulgou que hospital Sunnybrook recebeu oito pessoas feridas no atentado. Dessas, uma acabou não resistindo aos ferimentos e vindo a falecer, cinco delas encontram-se em estado crítico, uma está em estado grave e uma está em bem.