3

De acordo com informações dos sites Mirror e Heavy, uma mulher [VIDEO] foi parcialmente sugada para fora de um avião da Southwest Airlines nos Estados Unidos [VIDEO], depois que uma das turbinas da aeronave explodiu a 32.000 pés (pouco menos de 10 quilômetros) de altitude, e acabou falecendo devido a ferimentos.

O voo de número 1380, que fazia o percurso entre as cidades de Dallas e Nova York, estava transportando ao todo 143 passageiros e cinco tripulantes. Em um dado momento, por volta das 11h:00min no horário local, ocorreu a explosão do motor no lado esquerdo do transportador aéreo – um modelo Boeing Co 737-700.

A detonação projetou estilhaços de metal, os quais quebraram uma das janelas.

O incidente ocasionou a despressurização do interior do avião, fazendo com que a mulher – identificada como Jennifer Riordan, de 43 anos de idade – que estava na poltrona adjacente à janela fosse parcialmente sugada para fora.

O perigo da despressurização

Na altitude em que os jatos comerciais operam o ar é muito rarefeito, e quando há uma falha em um ponto da fuselagem, ocorre uma diferença abrupta de pressão atmosférica – a qual é mantida artificialmente no interior do avião em um nível que permite as pessoas que estão a bordo possam respirar confortavelmente.

Assim, quando o bimotor da Southwest Airlines sofreu a explosão que o danificou, a pressão interna – muito maior que a externa – encontrou um caminho sem resistência através da janela quebrada, e tudo o que estava dentro da aeronave começou a ser "empurrado" para fora – incluindo o ar respirável comprimido e o corpo de Jennifer.

Máscaras oxigênio caíram de compartimentos localizados acima dos assentos após a despressurização, e um dos passageiros que estava no voo, chamado Marty Martinez, registrou um vídeo mostrando parte da situação emergencial. Acompanhe:

Pouso de emergência

Martinez disse à rede CNN que testemunhou o momento no qual a mulher foi sugada. Segundo o homem, que se encontrava duas fileiras atrás da janela quebrada, os dois braços e a parte superior do corpo da vítima se projetaram para o exterior do Boeing, e as pessoas que estavam próximas a ela a seguraram desesperadamente, puxando-a de volta.

Assim que houve o resgate, passageiros tentaram fazer um conserto de emergência na abertura usando objetos como jaquetas, mas seus esforços foram infrutíferos.

O voo 1380 precisou fazer um pouso de emergência no Aeroporto Internacional da Filadélfia. Pelo menos sete pessoas sofreram escoriações leves, mas infelizmente Jennifer Riordan – que era casada e mãe de duas crianças – não resistiu aos sérios ferimentos que sofreu na cabeça.

A vítima vivia em Albuquerque, no Novo México.