Na Índia, os macacos da espécie "reso" (ou Rhesus) são considerados seres sagrados pela tradição religiosa do hinduísmo, e, portanto, muitas vezes permite-se que os animais circulem livremente pelas cidades, e ajam como bem entendam. Contudo, estes primatas também são conhecidos por realizarem ataques a humanos, e por invadirem propriedades em busca de comida.

Em um caso chocante ocorrido no último fim de semana – de acordo com informações disponibilizadas on-line pelos sites BBC, Washington Post e Hindustan Times – um destes macacos foi mais além, e raptou um recém-nascido em uma aldeia da cidade de Banki, situada no Estado de Odisha, no leste indiano.

Publicidade
Publicidade

O incidente teve início na manhã de sábado (31), e segundo a mãe do menino – o qual tinha apenas 16 dias de vida –, a criança estava em um quarto dormindo sob um mosqueteiro quando o animal invadiu o aposento. A mulher testemunhou impotente o momento em que o primata se aproximou do bebê e o segurou.

Desesperada, ela ainda emitiu um alarme, mas o macaco fugiu para o telhado da residência e sumiu de vista.

Publicidade

Final trágico

Depois do Rapto, seguiu-se uma busca que durou um dia inteiro, mas os esforços empregados na procura foram em vão: no domingo (1), o recém-nascido acabou sendo encontrado morto por uma mulher – ele estava dentro de um poço d'água que fica logo atrás da casa de onde foi tirado. A testemunha relatou a triste descoberta aos familiares da criança, e eles se encarregaram de recuperar o cadáver.

Um médico que examinou o corpo constatou que não existiam machucados exteriores graves, e concluiu que a morte foi causada por afogamento.

Tanto o pai do bebê, Rama Krushna Nayak, quanto as autoridades locais, acreditam que o primata tenha deixado o menino cair enquanto se movimentava pelo terraço da residência. A polícia está procurando o macaco em questão, e embora esteja sendo auxiliada por uma tribo local especializada em capturar este tipo de animal, ele continua solto até o momento.

Os investigadores qualificaram o incidente como um "um caso muito raro", pois esta é a primeira vez que um símio se apossa de um recém-nascido humano naquela região.

De acordo com o Hindustan Times, no ano passado ocorreram vários ataques realizados por primatas em um vilarejo localizado no distrito de Kendrapara – o qual também se encontra em Odisha –, sendo que em uma dessas ocasiões um funcionário do governo acabou falecendo devido aos ferimentos que um macaco lhe infligiu na cabeça.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo