Um homem foi preso pela Polícia acusado de assassinato na noite do último sábado (28). De acordo com a polícia, o acusado de ter cometido o crime foi identificado como David Ramault, de 45 anos. A vítima foi identificada como Angélique Six, de apenas 13 anos, que estava desaparecida desde do dia 15 de abril, foi estuprada e assassinada pelo acusado. O corpo da vítima foi encontrado na madrugada de sábado para domingo (29), em uma floresta em Quesnoy-sur-Deûle, cerca de 10 quilômetros ao norte de Lille, na França. Em depoimento o acusado confessou o crime bárbaro.

Vítima deixa uma mensagem em uma rede social antes de desaparecer

As primeiras investigações feitas pela polícia apontaram que antes da vítima desaparecer ela tinha feito uma postagem em uma rede social relatando que ela ia sair para jantar com amigos, desde então não foi mais vista.

O suspeito que mora na cidade de Wambrechies, perto da cidade de Lille, onde a menina desapareceu, foi preso e durante o depoimento o homem acabou confessando o crime e levou os investigadores até o local onda havia deixado o corpo da vítima.

Vítima é vista em saindo de uma festa com um homem

Segundo relatos a vítima foi vista pela última vez por volta das 16h30 no bairro de Agrippin, perto de sua casa, no mesmo dia que desapareceu. "Ela precisa de mim, quando eu não estou lá 24 horas, ela me envia mensagens, ela diz que eu sinto falta dela, estamos realmente muito perto, eu sei que ela não poderia ir sem eu, por isso estou convencido de que não é uma fuga", disse a irmã mais velha da vítima.

No sábado, uma criança de 10 anos disse para a polícia que teria visto a garota sair voluntariamente com um homem.

O primeiro vice-prefeito de Wambrechies disse a jovem via ter um funeral digno dela. "Isso não vai substituir o seu pequeno, mas vamos fazer de tudo para apoiá-los ao máximo", acrescentou.

Acusado já tinha passagem pela polícia pelo mesmo crime

De acordo como o site Le Parisien, o acusado é pai de dois filhos. Porém, no ano de 1996, ele foi condenado a 9 anos de cadeia após ter estuprado uma adolescente de 13 anos, na época. "Os fatos ocorreram em La Madeleine, uma cidade localizada no departamento de North. No registro criminal do homem em questão é mencionada uma convicção, de 1996 por atos cometidos em 1994, o estupro qualificado com uma arma, ataques agravada no assalto e roubo", disse o promotor em comunicado. Cerca de 3.300 pessoas marcharam em meditação na tarde de terça-feira (1 ), em Wambrechies, em homenagem à vítima.

Leia também

Túmulo é violado e corpo de mulher é encontrado sem roupa com sinais de abuso [VIDEO]