Crianças ou adolescentes tendo atitudes absurdas de agredirem física ou verbalmente os colegas considerados mais fracos ou vulneráveis é algo que não deve ser aceito, mas que é comum em muitas escolas. Entretanto, ninguém imagina que um professor possa incentivar tal conduta por parte de crianças em uma creche.

O caso aconteceu em Forrest City, no estado de Arkansas, nos Estados Unidos, no último dia 26 de abril, mas somente na última sexta-feira, 11 de maio, é que as imagens começaram a repercutir na internet e na imprensa. Uma professora da creche Teach N Tend havia colocado um menino de castigo por ter feito alguma travessura.

Entretanto, ela achou que a melhor forma de dar uma lição na criança seria lhe apedrejando.

Foi então que professora incentivou os colegas do menino a jogarem pedras contra ele. O menino começou a chorar ao ser atingido por pedras lançadas por pelo menos seis crianças. O caso veio à tona depois que uma ex-funcionária denunciou o caso a Polícia.

O policial que analisou o vídeo cita o desespero da criança ao vê-la ajoelhada no chão chorando com as mãos no rosto para se proteger das pedras. Após ferir o menino, a voz da professora aparece ao fundo dizendo que já era o suficiente e que o garoto já havia aprendido a lição.

A emissora norte-americana Fox 13 TV informou que a polícia recebeu o vídeo [VIDEO] por e-mail através de um ex-funcionária da creche que ficou indignado com a cena. A professora acusada pela agressão foi interrogada pela polícia e declarou não se lembrar de deixar alguém lançar pedras em uma criança, pois todas elas estavam jogando pedras o tempo todo.

O Departamento de Polícia de Forrest City abriu uma investigação contra a creche, pois, além do vídeo, a ex-funcionária disse que não foi a primeira vez que presenciou cena semelhante. Ninguém foi preso e nenhum processo foi aberto, devido o caso ainda se encontrar em fase de investigação.

Os pais dos alunos que passam o dia na creche ficaram revoltados com o vídeo, pois esperam que os filhos estejam bem cuidados, recebendo bons exemplos [VIDEO] no local e não que sejam incentivados a machucarem um colega como forma de punição por uma travessura.

Não há informações se os pais do menino apedrejado vão ajuizar uma ação contra a creche ou contra a professora. O caso ganhou enorme repercussão nos Estados Unidos, sendo um dos principais assuntos da TV desde a última sexta-feira. A professora acusada não conversou com a imprensa e seu nome não foi divulgado pela polícia.

Assista ao vídeo polêmico gravado com o uso de um celular: