Infelizmente mais um caso de violência contra a Mulher chocou o mundo. Desta vez uma adolescente de 16 anos, foi sequestrada, estuprada e queimada viva. O sofrimento imposto a esta jovem por seus algozes é de causar repulsa em qualquer ser humano que tenha o mínimo de dignidade.

O número da violência contra a mulher em todo o mundo é alarmante, todos os dias são milhares de vítimas de agressões, estupros, humilhações e centenas perdem a vida nas mãos de seus companheiros.

De acordo com o portal de notícias online 'G1', a jovem de 16 anos foi raptada em casa enquanto os familiares estavam participavam de um casamento. O caso de extrema violência aconteceu em um parque florestal do estado de Jharkhand, na Índia, o estupro [VIDEO] aconteceu na quinta-feira (3).

Queimada viva

Na India existem 'Conselhos' que são formados pelos anciãos das vilas, geralmente eles resolvem casos e disputas evitando o sistema judiciário da Índia que é bastante caro e por isso crimes hediondos [VIDEO] como o estupro muitas vezes não são denunciados formalmente.

Ao saber do rapto e do estupro a família da garota, levou o caso até o Conselho Local que sentenciou os criminosos a pagarem uma espécie de indenização de 50 mil rúpias (cerca de R$ 2.600).

Revoltados por terem sido denunciados, os homens espancaram os pais da jovem e logo depois atearam fogo nela, informou France Presse. Um agente da Polícia local afirmou que os homens estão foragidos e que ainda não se tem notícias sobre o paradeiro dos mesmos.

Casos de violência contra a mulher na Índia são muito comuns e infelizmente a maioria deles não chega a ser nem mesmo denunciado.

No ano de 2016 aconteceram cerca de 40 mil estupros no país, mas com certeza o número deve ser muito maior.

Violência contra a mulher no Brasil

A violência afeta mulheres de todas as classes sociais, etnias e regiões brasileiras. Atualmente a violência contra as mulheres é entendida não como um problema de ordem privada ou individual, mas como um fenômeno estrutural, de responsabilidade da sociedade como um todo.

Segundo o portal de informações da revista 'Exame', uma pesquisa mostrou que no ano de 2016, uma em cada três mulheres sofreram algum tipo de violência. O número de mulheres agredidas fisicamente é chocante, são aproximadamente 503 mulheres por hora em um total de 12.072 vítimas por dia.

Dentro deste cenário devastador ainda estão as vítimas que não denunciam seus agressores e são assassinadas por seus companheiros. A pesquisa mostrou que, entre as mulheres que sofreram violência, 52% se calaram. Apenas 11% procuraram uma delegacia da mulher e 13% preferiram o auxílio da família.