Uma jovem foi presa e condenada por esfaquear o namorado várias vezes durante um encontro sexual no ano passado. A suspeita de ter cometido crime foi identificada como Zoe Adams, de 19 anos. Segundo relatos, a jovem admitiu se vestir de palhaço e enfiar uma faca no peito do namorado, identificado como Kieran Bewick, de 18 anos.

Segundo ela, era para dar uma esquentada na relação [VIDEO]. A mulher foi condenada neste mês a 11 anos e meio de prisão. Conforme uma reportagem publicada pelo site do jornal britânico The Sun, o incidente ocorreu em sua casa, em Cumbria, na Inglaterra, em julho do ano passado.

A vítima, que tinha 17 anos na época, foi esfaqueada cinco vezes no peito, coxa e braço, causando a colapso de um pulmão.

Após o crime, o telefone celular da suspeita foi apreendido pela Polícia. Nele havia várias imagens, incluindo uma de uma mulher com a legenda: "O assassinato é como um saco de batatas fritas: você não pode parar depois de apenas um."

Acusada estava fantasiada de palhaço quando atacou o namorado

O tribunal Carlisle Crown Court, no Reino Unido, ouviu os detalhes do ataque em um relatório da polícia mostrada aos jurados, incluindo como a suspeita foi para a cama usando maquiagem de palhaço depois que a vítima revelou para ela que tinha medo desse personagem.

"Ela tinha olhos de diamante, e uma boca do Coringa, com batom vermelho nos lábios. Também estava com as mãos atrás das costas, além de um sorriso estranho no rosto", disse a vítima.

Em depoimento, Zoe alegou que o namorado havia desmaiado e não se lembrava do ataque.

O juiz James Adkin classificou as ações da mulher como cruéis. Ele também afirmou que a acusada era uma pessoa perigosa e que tinha planejado o ataque quando levou a faca e a fita adesiva para o quarto naquela noite.

Juiz relata que o crime foi premeditado pela acusada

"Eu tenho certeza que naquela época você já tinha se envolvido com bebida, drogas e o lado mais sádico de sua personalidade passou a dominar. Você decidiu causar sérios danos ao Sr. Bewick durante a relação sexual", disse Adkin.

A vítima disse no tribunal que o incidente causou problemas para dormir e que pegou uma pneumonia devida à lesão que sofreu no pulmão. "Tendo tido tempo para pensar sobre isso, estou convencido de que ela planejou isso. Não era pessoal. Ela ia fazer isso com alguém e aconteceu de ser eu. Estranhamente, isso torna mais fácil lidar com isso", disse Bewick ao tribunal.

Leia também

Professora gata que teve relações sexuais com aluno é morta com 6 tiros [VIDEO]

Homem joga gasolina e ateia fogo na namorada de 16 anos na frente de amigos [VIDEO]