No último final de semana, Laura Watson resolveu levar a filha Charlotte Hill, 15 anos, o filho Byrin Watson, 9, e o primo Jack, 16, a um conhecido parque de Newcastle (Inglaterra). Contudo, ela não imaginava que um tranquilo passeio familiar iria se transformar num episódio sobrenatural [VIDEO].

Segundo declarações da mulher aos jornais Daily Mirror e Express, o fato aconteceu quando os jovens subiram em uma árvore para serem fotografados. Ao registrar a cena e aproveitar o dia sem perceber qualquer tipo de anomalia, Laura, que trabalha de recepcionista no hospital da cidade, ficou apavorada ao chegar em casa e conferir as fotografias do celular.

Em uma determinada imagem ela notou a presença de uma criança atrás do filho de 9 anos. Conforme a britânica não havia outras pessoas, além deles, naquela área. A inglesa confessa ter ficado perturbada com a imagem da misteriosa figura.

"Eu e minha filha não pudemos nem dormir ontem à noite porque estávamos com tanto medo. Eu tenho pessoas no nosso Facebook dizendo que vão me enviar orações”, desabafa.

Confira a foto original publicada na rede social na segunda-feira, 28 de maio. O alegado fantasma [VIDEO] pode ser visto atrás do menino de óculos.

De cética a crédula

O impacto gerado pela suposta aparição transformou a concepção que a mulher tinha sobre assuntos paranormais.

Antes do evento, Laura não acreditava em fantasmas nem em religiões. Agora, um ‘’novo mundo’’ se revelou a ela. “Eu não acreditava em nada assim até que vi isso por mim”, declara.

O fato dos três jovens estarem em cima da árvore, proporcionando ampla visão do ambiente abaixo e ao redor deles, faz a britânica ter certeza de não haver outra pessoa no local. “Não havia ninguém atrás da árvore, minha filha ou meu sobrinho o teria visto. Não havia ninguém lá", afirma.

A criança do bosque

Embora a identidade da ‘’assombração’’ continue uma incógnita, moradores de Newcastle sugerem que um menino, morto por afogamento naquele bosque há alguns anos, tenha aparecido próximo ao filho de Laura. "Eu não sei muito sobre a história da floresta, mas algumas pessoas estão dizendo que [muitos anos] atrás um menino se afogou no rio”, comenta Laura.

A britânica admite interesse em voltar ao parque para investigar o acontecido. Entretanto, ressalta ter medo de que o espírito tenha seguido a família no caminho de volta para casa.

“Eu adoraria voltar para o bosque, não é nada fácil. Eu acho que é fascinante agora. Obviamente, eu só esperava que não ficasse ao nosso redor, já que não quero sentir que algo está conosco", conclui.

Ao que parece, o filho da mulher acaba de ganhar um novo amigo.