2

Acontece em vários países [VIDEO] pelo mundo todo: pais adeptos da arte da tatuagem marcam em seus próprios corpos os nomes de cada filho(a) – uma forma de homenagem que durará por toda a vida, e que justamente por isso deve ser bem pensada e executada por um profissional competente da área.

Agora, o que você faria se percebesse que o tatuador se confundiu na hora de aplicar tinta em sua pele e escreveu erroneamente? De acordo com informações da rede BBC, um incidente assim aconteceu recentemente na Suécia com uma mãe, que preferiu ser identificada apenas como Johanna – só que, neste caso específico, a mulher tomou uma atitude [VIDEO] bastante drástica para solucionar o problema; simplesmente "rebatizou" o seu filho de cinco anos para que a tatuagem ficasse correta.

Percebendo o erro tarde demais

Johanna contou ao programa da BBC chamado Newsbeat que resolveu marcar de uma só vez em seu braço os nomes dos dois filhos – sendo o do menino "Kevin" e o da garota "Nova". Com a decisão tomada, a mulher procurou um tatuador acompanhada de sua prima e, aparentemente, havia ocorrido tudo bem durante o processo de aplicação de tinta.

A mãe das crianças afirmou que de início não percebeu nada de errado na grafia, pois do seu ponto de vista as palavras ficam de cabeça para baixo, algo que dificulta a leitura.

Contudo, quando Johanna já estava retornando de carro para casa, sua prima decidiu tirar uma fotografia da tatuagem. Foi então que veio o susto: ao invés de Kevin, estava escrito "Kelvin".

A dupla retornou imediatamente ao estúdio do tatuador para falar sobre o erro cometido.

Elas foram informadas de que o problema poderia ser consertado com cirurgias a laser. Entretanto, depois de pesquisar um pouco sobre a opção, Johanna descobriu que a remoção total poderia levar até um ano, uma vez que o procedimento só tem sucesso após várias sessões terapêuticas.

Deste modo, a mulher pensou um pouco e contornou a situação mudando oficialmente o nome do filho, para que assim a escrita em seu braço ficasse igual ao documento da criança. A sueca afirmou que até gostou mais de Kelvin do que de Kevin. E enfatizou que não pretende voltar atrás em sua decisão radical.

Em entrevista ao jornal Blekinge Läns Tidning, Johanna revelou que planeja fazer uma terceira tatuagem para homenagear sua filha recém-nascida, Freya. Entretanto, para não haver erros de grafia dessa vez, ela revelou que tem um plano para ser colocado em prática antes da aplicação da tinta: "Vou escrever [o nome] em um pedaço de papel e verificá-lo mais de 10.000 vezes".