Um crime de violência sexual contra uma adolescente veio à tona na por volta das 22 horas da última sexta-feira (18), após a Polícia prender um homem de 37 anos. Conforme informações repassadas pelos policiais, o acusado de ter cometido o crime é o pai da vítima, uma adolescente de apenas 13 anos. [VIDEO]

O mais surpreendente de tudo é, que o acusado convenceu a adolescente de que era normal um pai ter relações sexuais com uma filha. Segundo informações repassadas pelo site indiano Hindustan Times, os abusos aconteciam há pelo menos 6 meses. O site relata que os abusos aconteciam em uma fábrica localizada em uma vila em Pataudi, distrito da cidade de Guragon, no estado de Haryana, na Índia.

O agressor trabalha no local. Ele mora com a esposa e mais quatro filhos, incluindo a vítima, que é filha de outro relacionamento anterior. [VIDEO] “O homem foi preso na noite de sexta-feira às 10 da noite. Ele foi questionado em detalhes sobre o assunto, mas ele parece não ter arrependimento ou culpa. Ele se comportou normalmente e o que é chocante é que ele manipulou a menina a acreditar que tal abuso sexual acontece em todas as casas”, disse o inspetor Poonam Singh, da Delegacia de Mulheres de Manesar.

As primeiras investigações feitas pelas autoridades locais apontaram que a adolescente estava sendo vítima de violência sexual praticada pelo pai desde o final do ano passado. Após os abusos, a filha era ameaçada pelo acusado para não contar o que estava acontecendo para alguém.

De acordo com a polícia, a vítima relatou os abusos para a madrasta, que trabalha com empregada doméstica.

Porém, a mãe não acreditou na história da enteada. No entanto, no dia da prisão do acusado, a mulher voltou para casa mais cedo do que previsto na intenção de verificar se a vítima estava realmente falando a verdade sobres os abusos.

Quando chegou à casa, ficou chocada ao ver o marido abusando da menina adolescente, disse a polícia. "Foi muito corajoso da madrasta chegar e apresentar uma queixa, pois muitas pessoas optam por permanecer em silêncio [VIDEO]", disse Singh.

O acusado foi preso e levado para uma unidade policial de Manesar, onde prestou depoimento sobre o crime. O caso foi registrado na Delegacia de Mulheres. O acusado responderá pelos crimes de abuso de menor e incesto, previstos no Código Penal indiano.

A polícia informou que a vítima prestou depoimento e estava em estado de choque. Ela está recebendo aconselhamento psicológico. A adolescente ficou sob os cuidados da madrasta. A polícia disse que o acusado se casou duas vezes. Foi sua segunda esposa que registrou uma queixa contra o esposo sobre os abusos que a enteada vinha sofrendo. Um inquérito policial foi aberto e caso está sendo investigado.