Christina e Mark Rotondo, pais de um homem de 30 anos, recorreram a uma medida drástica em um esforço para fazer com que o filho se mude: eles estão processando o próprio filho.

Documentos judiciais dizem que o único filho do casal, Michael Rotondo, de 30 anos, não paga aluguel, nem colabora nas tarefas domésticas. Os documentos do processo também revelam que o rapaz recusou as ofertas em dinheiro de seus pais para que ele se estabelecesse longe deles.

''Você tem que trabalhar", disseram os pais ao filho, em carta de despejo

Apesar de já acumular cinco cartas de despejo, o filho ainda se recusa a sair da casa dos pais. Michael argumenta que, legalmente, ele não recebeu aviso suficiente para sair.

O Sr. e a Sra. Rotondo recorreram a Suprema Corte do Condado de Onondaga, perto de Syracuse, Nova York, no dia 7 de maio, após meses de insucesso para que o filho fosse embora.

O advogado do casal, Anthony Adorante, disse ao portal Syracuse.com que o casal não sabia mais o que fazer para que o filho adulto saísse de casa.

"Decidimos que você deve sair desta casa imediatamente", diz a primeira carta de despejo, datada de 2 de fevereiro, de acordo com os documentos judiciais. Quando Michael ignorou a carta, seus pais redigiram um aviso de despejo com a ajuda de seu advogado. "Você está despejado. Um procedimento de execução legal será instituído imediatamente se você não sair até 15 de março de 2018", disse um aviso de 13 de fevereiro assinado pela Sra. Rotondo.

O casal ofereceu a seu filho US$1.100 para sair da residência dos pais - junto com alguns comentários afiados sobre seu comportamento.

"Há empregos disponíveis mesmo para aqueles com um histórico de trabalho ruim como você. Pegue um - você tem que trabalhar!", eles disseram.

Em 30 de março, no entanto, estava ficando claro que o filho não tinha intenção de sair. Então, no início de abril, o sr. e a sra. Rotondo foram ao tribunal local da cidade para ver se poderiam expulsar o filho. Eles foram informados que, como Michael é da Família, eles precisariam de um juiz da Suprema Corte para enviar oficialmente seu pedido.

De acordo com a CNN , Michael chamou a ação dos pais de "retaliação" e pediu ao tribunal que rejeitasse o pedido. O caso será analisado pela Suprema Corte no final deste mês - algumas semanas antes do aniversário de 31 anos de Michael.

Outras notícias que talvez você goste de ler:

Universitária apresenta TCC usando apenas roupas íntimas [VIDEO]

Casal precisa recorrer à Justiça para obrigar filho de 30 anos a sair de casa [VIDEO]

Homem leva tiro do próprio cachorro: 'Ele atirou em mim' [VIDEO]