Sábado foi um dia triste para aquelas que alimentavam a esperança de casar com uma das personagens mais emblemáticas do mundo. Membro da Família Real Britânica, o Príncipe Harry, sexto na linha de sucessão ao trono da Inglaterra casou-se ontem, 19/05/2018, com a atriz norte-americana Meghan Markle. Para a felicidade estrita e irrestrita dela.

A Capela de Saint George, dentro do Castelo de Windsor, foi o lugar escolhido para ser palco desse conto de fadas moderno.

Na cerimônia realizada com a presença de 600 pessoas, entre elas, o cantor Elton John e o ex-jogador de futebol David Beckham, Harry e Meghan disseram “sim” um para o outro.

A noiva

Meghan Markle optou pela simplicidade em seu vestido: tanto ela quanto a estilista da casa de modas francesa Givenchy, Clare Waight Keller, pensaram e elaboraram juntas no projeto por alguns meses. Mesmo de concepção simples, o destaque ficou por conta do véu, o qual possuía cinco metros de comprimento e tinha detalhes de renda.

Outro ponto que chamou a atenção foi o uso de uma tiara na cabeça: uma peça do século XX que pertenceu à avó de Elizabeth II, Maria de Teck, que se casou com o Príncipe George. A composição da tiara é de platina e diamantes. No centro, uma pedra de diamante (datada de 1893) rodeada por alguns brilhantes. Muito usadas pela realeza, as tiaras sofrem algumas alterações e trocas de gemas ao longo do tempo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Relacionamento

Em relação à maquiagem, a noiva foi bem econômica: não se observou o uso de produtos para disfarçarem algumas sardas de Meghan. Ou até mesmo, ela preferiu não se maquiar. Talvez uma escolha, mas atendeu a um contexto mais natural e simplista.

Cerimônia

Para os padrões britânicos, o ritual começou com atraso de 6 minutos e foi celebrado pelo reverendo americano Michael Curry. Durante seu discurso, ele citou o pastor ativista negro Martin Luther King, pois é preciso descobrir o poder do amor: “Assim, vamos ser capazes de fazer do velho mundo um novo mundo.

O amor é o único caminho.”

Em determinado momento, Meghan se absteve quando indagada sobre ser obediente. Repetiu apenas as palavras de que vai amar e cuidar do Príncipe Harry.

A entrada da noiva na capela também foi algo diferente: em razão da ausência do pai (que não pôde comparecer por causa de uma cirurgia no quadril), Meghan entrou sozinha. A partir da metade do caminho até o fim, foi conduzida pelo genro, o Príncipe Charles.

No altar, Harry teve a presença constante de seu irmão, William, ao seu lado, já que este era padrinho. Seus sobrinhos George e Charlotte foram os pajens do Casamento. Eles vieram acompanhados da mãe, Kate Middleton. Foi um total de dez pequeninos que fizeram as vezes de damas de companhia e pajens.

A certa altura, um coral de caráter “gospel” cantou a canção “Stand by me” em versão levemente religiosa.

Alguns detalhes

Finda a cerimônia, a Rainha Elizabeth ofereceu um almoço aos noivos. Dentro da capela, pôde-se perceber a presença das ex-namoradas do príncipe, Cressida Bonas e Chelsy Davy.

Quem acha que a mãe de Harry, Lady Diana, foi esquecida, tirou uma conclusão equivocada: a mãe esteve representada em um lugar vazio na cúpula.

Meghan e Harry se conheceram em 2016, mas só no ano passado resolveram assumir publicamente o Relacionamento. Ambos queriam discrição. Outro fator para que tanto amor perdurasse foi a distância entre Inglaterra e Estados Unidos.

Não haverá uma lua-de-mel imediata, pois os “pombinhos” deverão cumprir o primeiro compromisso juntos: daqui a alguns dias, eles participarão da festa de aniversário do Príncipe Charles, o qual completará 70 anos de idade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo