Na segunda feira (21), o governo da Suécia [VIDEO] informou que enviará um guia impresso a nada menos que 4,8 milhões de famílias da nação contendo instruções e dicas de como a população deve se preparar caso aconteça uma guerra ou crise nacional.

De acordo com a rede BBC, a iniciativa foi colocada em prática em meio a preocupações que a administração daquele país tem em relação a atividades militares realizadas pela Rússia e por causa da ascensão do terrorismo [VIDEO] na Europa – fatores que poderiam obrigar os suecos a entrarem no "modo de sobrevivência". No entanto, as explicações também englobam cataclismos diversos, como, por exemplo, desastres naturais e acidentes graves de grande escala.

O manual em questão – uma brochura intitulada Om krisen eller kriget kommer ("Se a crise ou a guerra vier" em tradução livre) – foi elaborado pela Agência de Contingências Civis Sueca (Myndigheten för samhällsskydd och beredskap, ou MSB) e também está disponível para download no site oficial do órgão governamental.

Caso o pior aconteça, a população estará preparada

Sobre as orientações contidas no guia (instruções semelhantes já haviam sido distribuídas durante a Segunda Guerra Mundial, e a impressão perdurou até ser interrompida na década de 1980), o diretor geral da MSB, Dan Eliasson, declarou: "Todos nós [suecos] temos uma responsabilidade pela segurança e preparação de nosso país, e é importante que todos nós também tenhamos conhecimento de como podemos nos preparar para algo sério".

As informações da brochura focam principalmente no modo como a população deve priorizar os itens básicos de sobrevivência corretos na hora de criar um estoque emergencial – tais como água potável (o elemento mais importante de todos), comida (dar preferência a mantimentos não perecíveis e de fácil preparo) e velas (que, na falta de energia elétrica, podem ser usadas tanto para aquecimento quanto para iluminação).

Adicionalmente, é aconselhado que as pessoas mantenham ou adquiram um carregador de celular que possa ser usado em carros, além de rádios alimentados por pilhas ou energia solar – algo muito importante para ter acesso a notícias, caso os sistemas de comunicação sejam afetados por um incidente catastrófico.

Conforme a MSB relatou em seu site, o governo da Suécia (que, segundo a BBC, recentemente reintroduziu o recrutamento militar e aumentou os gastos na área de Defesa) acredita que as informações de seu manual também sejam importantes no atual cenário de "deterioração da situação da política de segurança no resto do mundo", e no intuito de abranger outros países, a brochura será traduzida para inglês e outros 13 idiomas.