Morreu na madrugada desta quarta-feira, aos 89 anos, o empresário e pai de Michael Jackson, Joe Jackson. A informação foi divulgada pelo site de notícias TMZ e confirmada pela rede de televisão CNN, que também informou que o americano estava com câncer de pâncreas avançado.

A imprensa noticiou na semana passada que Joe estava hospitalizado com uma doença grave e em estado terminal. Segundo o Daily Mail, familiares estavam intercalando para acompanhar os cuidados médicos nesta fase da doença.

Joe Jackson já estava fragilizado.

Em 2015, ele teve um derrame cerebral e três ataques cardíacos. Ainda não há informações sobre quando e onde o funeral do empresário será realizado. Vale lembrar que ele morreu dois dias após a data de falecimento do filho, o Michael Jackson, que aconteceu no dia 25 de junho, há 9 anos.

Joe Jackson teve 11 filhos e morava em Las Vegas.

A vida do empresário

Joe Jackson ganhou notoriedade após a formação do grupo The Jackson 5. Os irmãos marcaram o mundo musical nos 60 com sucessos como ABC e I Want You Back.

Além de empresário, Joe também era lutador de boxe e foi operador de máquinas. Aliás, ele até chegou a formar uma banda uma década antes de lançar os filhos. Segundo relatos, foi exatamente do insucesso de sua banda que nasceu a vontade de formar o grupo que ficou conhecido no mundo todo.

Além de Michael, Joe também cuidou de detalhes da carreira de sua filha Janet Jackson. A cantora chegou a dedicar o prêmio que recebeu da Rádio Disney na última sexta-feira, dia 22.

No evento, ela agradeceu ao pai dizendo que hoje ela é a melhor que podia ser por conta dos cuidados do pai e que por isso também conquistou o mundo da música.

O outro lado da história

Depois de anos do fim da banda, Joe foi acusado de ser rígido demais, sendo até violento e praticando maus tratos contra os filhos. O empresário chegou a reconhecer o erro e pediu desculpas. Segundo ele, foram esses métodos que fizeram dos filhos um grupo de sucesso.

Michael, em entrevista à Oprah Winfrey, afirmou que tinha medo do pai e que chegou a vomitar várias vezes ao vê-lo. Além disso, o astro também relatou que não tinha tempo de brincar e que se dedicava muitas horas ao dia para ensaiar.

O filho que se tornou Rei do Pop

Impossível não falar da coroa de Michael Jackson. O garoto que saiu do grupo e seguiu carreira solo se tornou um dos maiores ícones da música mundial, reconhecido até hoje como o Rei do Pop. Michael morreu aos 50 anos após uma overdose de propofol.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!