Equipes de salvamento descobriram os destroços de um navio de guerra russo que foi afundou carregando cerca de 500 bilhões em ouro. Mergulhadores de Ulleungdo - ilha que fica localizada a 120 km ao leste da Península da Coreia - encontraram o cruzador Dmitrii Donskoi - afundado durante uma batalha em 1905, quando a Rússia e o Japão estavam em guerra. O cruzador da Marinha Imperial foi encontrado a uma profundidade de mais de 1.400 pés, a cerca de uma milha da costa da ilha sul-coreana.

Uma equipe de especialistas da Coreia do Sul, Grã-Bretanha e Canadá descobriu o navio no domingo (15) e usou dois submersíveis tripulados para capturar imagens e recuperar o ouro. As imagens capturadas mostram danos extensos à embarcação, provavelmente causados ​​em um encontro com navios de guerra japoneses em maio de 1905. A empresa de salvamento marítimo Shinil Group, sediada em Seul, estava à procura do local exato do lendário naufrágio há vários anos.

Os mergulhadores finalmente puderam identificar o navio quando as luzes de um dos submersíveis miraram o nome em caracteres cirílicos na popa. “O corpo do navio foi severamente danificado pelo bombardeio, com a popa quase quebrada, porém, o convés e as laterais do navio estão bem preservados”, disse um dos representantes da empresa de salvamento.

Navio russo estava carregado de barras de ouro e moedas em espécie

Lançado em agosto de 1883, o navio comercial foi ordenado a se juntar ao esquadrão do Pacífico da Rússia, depois que a frota inimiga destruiu a maior parte do poder naval da Rússia no início da guerra entre Russia e Japão (1904-05).

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mundo

O Dmitrii Donskoi foi interceptado por tropas inimigas, quando o capitão Ivan Lebedev navegava para o porto russo de Vladivostok. Cerca de 60 dos 591 tripulantes foram mortos e 120 ficaram feridos antes de o capitão Lebedev ancorar na ilha de Ulleungdo e ordenar que seus homens desembarcassem.

Na manhã seguinte, 29 de maio de 1905, o navio afundou no mar e a tripulação foi levada como prisioneira pelos grupos japoneses.

De acordo com relatos da época, o navio estava carregando barras de ouro e moedas em espécie, que a frota russa usaria para pagar combustível, taxas portuárias e as tripulações de seus navios e que ele foi afundado propositalmente para que os japoneses não aproveitassem o prêmio.

Destino do ouro encontrado no navio ainda não está decidido

O destino e uso da riqueza ainda é incerto pois metade do tesouro encontrado a bordo do navio seria entregue ao governo russo e deveria ser usado em projetos como a ferrovia para se conectar à Coreia do Sul através da Coréia do Norte.

E dez por cento do restante seriam investidos em projetos turísticos na Ilha Ulleungdo, incluindo um museu dedicado ao navio. No entanto, especialistas no assunto e governantes russos agora exigiram que todo o valioso tesouro seja devolvido ao Kremlin - complexo fortificado no centro da capital russa e que serve atualmente como a residência oficial do Presidente da Federação Russa.

Outros notícias que talvez você goste de ler

O valor bilionário da princesa Charlotte para a economia britânica;

Europa/ DST pouco conhecida e resistente a antibióticos se alastra, preocupando médicos;

Humorista faz comentário racista sobre filho de Will Smith e é repreendido na internet

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo