No dia 5 de setembro o perfil da Embaixada da Alemanha em Brasília publicou um vídeo no Facebook em que é explicado o funcionamento do modelo de ensino da Alemanha. O vídeo deixa claro que o país não esconde nem nega a sua história. A ideia disseminada na nação é a de conhecer os erros do passado para que eles não se repitam no futuro.

Desde os 13 anos de idade as crianças do país aprendem nas escolas sobre o mal do holocausto e a consequência das ações da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial.

Publicidade
Publicidade

Eles aprendem sobre o Terceiro Reich em passeios turísticos e com depoimentos de familiares das vítimas daquela época. Memoriais estão presentes em museus e em frente a antigas casas de famílias judias para que essa mancha do passado jamais seja esquecida.

É crime na Alemanha mostrar ou ostentar símbolos como a suástica, assim como negar o holocausto. A mera menção à saudação antigamente feita para Hitler, o "Hail Hitler", é considerada uma ofensa grave para os alemães.

Publicidade

É ensinado que deve-se haver uma oposição à extrema direita, principalmente por ela ainda existir no país.

É por conta desse reconhecimento sobre a própria história que a Alemanha é considerada um país evoluído e consciente de sua falha histórica.

Internautas brasileiros contra a história

Após a postagem da embaixada alemã, diversos brasileiros vieram protestar sobre a mensagem do vídeo. Segundo eles, o partido de Hilter não pertenceria à extrema direita, mas seria uma ideologia inclinada para a esquerda.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação

Alguns defendem isso pelo fato de o partido de Hitler, que deu início a tudo, se chamar Partido Socialista dos Trabalhadores, levando o significado do nome de maneira literal. Segundo eles, Hitler teria se inspirado em Stalin para definir seus métodos de governo durante a ascensão do Terceiro Reich.

Em dado momento alguns internautas tentaram explicar para a embaixada que a ideologia de Hitler era pertencente ao espectro socialista pelo fato de se apoiar no poder do estado.

De acordo com eles, a direita tem como objetivo descentralizar o poder e trazê-lo para o indivíduo. Apesar das explicações elaboradas, todos esses fundamentos não são aplicáveis ao que foi a subida de Hitler ao poder.

Outros brasileiros comentaram o vídeo se desculpando pela ignorância daqueles que tentavam explicar para os alemães o que foi o holocausto. Alguns chegaram até a afirmar que os colegas conterrâneos perderam uma ótima chance de ficar de boca fechada.

Publicidade

A publicação deve continuar no ar apesar de toda a polêmica causada.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo