O jogador Neymar, considerado um dos melhores do mundo, está com um grande problema fora dos campos, pois um juiz da Audiência Nacional resolveu levar o caso envolvendo o craque brasileiro para a Sala do Penal e, com isso, a decisão sobre o futuro dele ficará nas mãos de três juízes. Antes, a decisão sobre o jogador do Paris Saint-Germain estava apenas nas mãos de José María Vázquez Honrubia, mas isso mudou.

Um dos motivos que levou o juiz a tomar tal decisão é que Neymar é réu não só em um processo, mas em vários e, se condenado, a pena pode passar de 6 anos de prisão.

Para se ter uma ideia, o Fisco da Espanha já solicitou que o craque brasileiro seja condenado a pelo menos 2 anos de prisão, acusado de corrupção.

O juiz já havia feito a análise do caso, mas decidiu mudar alguns dos critérios adotados, pois analisou as acusações feitas e viu que como a pena poderia ser maior do que se imaginava, então precisou seguir a legislação daquele país e entregar o caso para os colegas.

Entre as partes envolvidas nesta 'briga' com Neymar, está a DIS, que alega ter sido vítima de uma grande fraude, na época em que o jogador deixou o Santos e foi transferido para o Barcelona, sendo que isso foi no ano de 2013. Segundo a DIS, o valor declarado naquela época ficou bem abaixo do que realmente foi pago, sendo que a diferença seria milionária.

Segundo o que foi apurado pela Audiência Nacional, o valor da contratação chegou a 83,3 milhões de euros, só que a DIS tinha direito a 40% deste montante, porém, o que foi pago ficou bem abaixo do esperando, chegando a somente 17 milhões de euros.

O correto é que o valor ficasse na média dos 33,3 milhões de euros.

Em julho de 2016, o caso chegou a ser arquivado pela Justiça da Espanha, só que o Ministério Público decidiu reabrir o processo.

Diretor do Instituto Neymar está confiante

Para Altamiro Bezerra, que é diretor financeiro do Instituto Neymar Jr., a decisão tomada pela Justiça espanhola não é ruim para o jogador, até pelo contrário.

Altamiro explicou que este foi o segundo juiz a se considerar 'incompetente' para o caso, admitindo que não tinha como julgar a solicitação feita pela DIS e isso faz com que acusação contra o jogador brasileiro perca força.

O juiz que estava responsável pelo caso, cuida de processos cujo tempo máximo de prisão seja de 5 anos, mas como no caso de Neymar foram pedidos 6, então é preciso providenciar a substituição.

O DIS também está pedindo a prisão do pai de Neymar e até do presidente e do ex-presidente do Barcelona, além de uma multa no valor de 195 milhões de euro para o time espanhol.

Veja também

Bruna Marquezine revela que Neymar terminou o namoro com ela

Leo Dias revela que namoro de Neymar e Bruna Marquezine pode ter chegado ao fim

Siga a página Neymar
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!