Em Nova York, a Polícia está investigando a forma como alguns de seus policiais agiram, pois eles estão sendo acusados de usarem da força para retirar um bebê dos braços da mãe. A mulher estava em um centro de assistência localizado no Brooklyn. O caso aconteceu nesta última sexta-feira (07) e o vídeo mostrando a ação dos policiais caiu nas redes sociais e viralizou.

Muitos internautas ficaram revoltados quando viram as imagens. O centro de assistência social no Brooklyn estava lotado e Jazmine Headley decidiu se sentar no chão, pois estava carregando o filho de 1 ano e meio de idade.

Publicidade

Como estava esperando por mais de duas horas e se sentia cansada, sentou ali mesmo e os seguranças disseram que não era permitido sentar-se no chão, então ela deveria retirar-se imediatamente.

A mulher não quis atender à ordem de sair dali, pois precisava muito ser atendida e já estava há mais de duas horas aguardando sua vez, então a policia foi chamada.

Uma pessoa que estava no local decidiu começar a gravar a partir do momento em que a polícia chegou e o vídeo mostra Jazmine Headley tentando impedir os policiais de pegarem seu filho.

A mulher chegou a ficar deitada e fez de tudo para impedi-los, inclusive ela chega a gritar por diversas vezes que eles estavam machucando o bebê, mas foi em vão.

Todos ficaram revoltados

Quem presenciou a cena ficou chocado e algumas pessoas logo começaram a gritar com os policiais que era para eles pararem de agir assim com a mulher e deixar o bebê dela. O clima ficou tenso e um dos policiais resolveu pegar sua arma de choque e começou a apontar para as pessoas, evitando que alguém se aproximasse, mas isto não intimidou alguns que continuaram pressionando para que eles não retirasse, o bebê da mãe.

Publicidade

Agora Headley está sendo acusada de obstruir a administração governamental, a mulher também terá que responder por invasão de propriedade e até por resistir à prisão.

Abaixo é possível conferir o vídeo que vem causando toda esta polêmica:

De acordo com os policiais, foi a mulher que colocou em risco a vida do bebê ao se comportar daquela forma. A mulher continua presa e seu filho está sendo cuidado por familiares até que a Justiça decida o que fará com ela.

Como não foi solicitada nenhuma fiança, os promotores agora estão à procura de alguma alternativa para que a mulher possa ser solta.

A ação dos policiais vem sendo criticada não só por internautas, mas também por autoridades. Bill de Blasio, prefeito de Nova York, disse que o ocorrido foi algo perturbador e que ao assistir o vídeo ficou se perguntando como foi possível tratar o caso daquela forma.