Judith Streng, uma senhora do Texas de 77 anos de idade, está se tornando cada dia mais famosa. Recentemente, enquanto visitava a lagoa Jökulsárlón, localizada na Islândia, com o seu filho, a senhora avistou um iceberg (que consiste em um bloco ou massa de gelo de grandes proporções) em forma de um trono. Ela decidiu que iria posar para uma foto sentada nele. Porém, alguns momentos depois que ela conseguiu tirar a foto, o pedaço de gelo acabou sendo levado da costa por uma onda muito grande, o que acabou fazendo com que o trono de gelo fosse levado mar adentro.

O jornal britânico Daily Mail relatou que uma pessoa assistiu toda a cena que, por sorte, era o capitão de um barco treinado para conseguir efetuar um resgate na água.

Ele foi quem ajudou Judith a sair do mar e voltar para a praia. O filho de Judith, que tirou todas as fotos da senhora, mandou para sua filha de 24 anos a foto de sua avó sentada no trono de gelo.

Algum tempo depois da primeira foto, o filho enviou outra do acidente que aconteceu, onde ele escreveu para ela: “perdeu o seu trono, quando se afastou”. Ele relatou também que não estava brincando com a filha e que foi um guarda da costa que conseguiu buscar e trazer a senhora de volta em segurança. A neta de Judith, com tudo o que aconteceu, decidiu postar os prints da conversa com o pai no Twitter, que viralizaram em poucos dias. Ela escreveu na legenda da publicação o seguinte: “a minha avó quase que se perdeu no mar na Islândia hoje”.

Entrevista para canal de TV dos EUA

A senhora foi convidada para participar do programa Good Morning America, transmitido pela rede ABC, nos EUA, na manhã de sexta-feira, dia 1° de março. Ela falou que se encantou com o pedaço de gelo. “Tinha a forma de um lugar fácil para me sentar. Eu achei divertido”, disse. Judith pensou que não teria perigo algum em se sentar no trono de gelo, mas não contava com a onda que viria em seguida.

Por sorte a senhora não pesava muito, o que ajudou o iceberg a não afundar com o impacto causado pela onda junto. A senhora também relatou durante a entrevista que sempre quis ser rainha e esta foi a sua oportunidade.

Assista:

Selfies perigosas

Hoje em dia é muito comum que as pessoas queiram fazer fotografias de si mesmas. Porém, é necessário ter um pouco de cuidado e avaliar o local em que você irá fazer o retrato.

Como aconteceu com Judith, pode acontecer com qualquer outra pessoa e se não tiver sorte o desfecho da história pode ser fatal.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!