Um incêndio de grandes proporções atingiu a famosa Catedral de Notre-Dame, em Paris, e o fogo se espalhou rapidamente pelo edifício. Ainda não se sabe a causa do incêndio, mas as autoridades acreditam que possa estar ligada ao trabalho de restauração do edifício.

Foi montada uma grande operação para combater o fogo, que se espalhou com muita rapidez pela construção de estilo gótico. A torre e o telhado foram os pontos mais atingidos até agora.

Em 2018, a sede da Igreja Católica na França pediu ajuda para restaurar o prédio que estava quase desmoronando e praticamente abandonado pelo poder público francês.

Publicidade

O presidente francês Emmanuel Macron esteve no local e comentou sobre o incêndio em suas redes sociais. “A catedral Notre-Dame vítima das chamas. Emoção de toda uma nação. [Envio] pensamentos para todos os católicos e todos os franceses. Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite de ver queimar essa parte de nós", escreveu.

O presidente cancelou seu discurso à nação após o incêndio, informou um funcionário do palácio presidencial.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, que está no local desde o começo do incêndio, descreveu como "um incêndio terrível e uma perda sem tamanho para a população mundial".

A polícia interditou as ruas que dão acesso à catedral e pede para que a população respeite as fronteiras de segurança montadas pelos bombeiros.

A catedral de Notre-Dame é visitada por milhões de pessoas todos os anos e está passando por reformas, depois que rachaduras começaram a aparecer nas paredes do edifício e da torre principal, o que provocava tremores e deixava a estrutura instável.

A Promotoria de Paris abriu uma investigação para descobrir as causas do incêndio.

Curiosidades sobre a Catedral de Notre-Dame

A igreja recebe quase 13 milhões de visitantes por ano, mais do que a Torre Eiffel.

Publicidade

A catedral foi construída nos séculos 12 e 13 e estava passando por uma grande restauração. Na semana passada, várias estátuas da fachada da catedral católica foram retiradas para serem restauradas. O telhado, que até agora parece ser o mais danificado, foi construído totalmente com madeira.

A Catedral de Notre-Dame estava com rachaduras e vazamentos na área interna do edifício e, de acordo com especialistas, a restauração do prédio teria que ter começado há pelo menos cinco anos.