O presidente dos EUA, Donald Trump, falou em uma coletiva de imprensa sobre a situação do coronavírus no país e sobre a primeira vítima fatal da doença no território americano.

Trump atualiza o número de casos de coronavírus no país

A vítima, segundo Trump, é um homem do estado de Washington. Ele tinha pouco mais de 50 anos de idade, já tinha a Saúde fragilizada por outros motivos. Não ficou claro no entanto se ele teve contato com alguém que esteve recentemente em áreas de risco, como a China, Itália ou em alguns outros países com casos do novo coronavírus.

O presidente Donald Trump atualizou o número de casos confirmados no país, 22.

Trump disse que há mais casos suspeitos, mas não atualizou esses números.

Vice-presidente é nomeado pra combater a crise

Trump nomeou pra combater a crise causado pelo coronavírus o vice-presidente americano, Mike Pence, e ambos falaram na coletiva de imprensa. Trump também enfatizou que apesar dessa ter sido a primeira morte de uma pessoa nos Estados Unidos vitimado pelo coronavírus, não é motivo para que os americanos se assustem, não é motivo pra pânico, e que o risco da doença se proliferar nos EUA é um risco baixo e reiterou que desde o início da crise, o Governo americano tem tomado medidas preventivas, entre elas fechar os voos que saem da China para os Estados Unidos e que estão preparados para enfrentar essa crise.

Não é a primeira vítima entre os americanos

A morte desse homem nos Estados Unidos é considerada a primeira vítima pelo coronavírus em solo americano, mas não é a primeira fatalidade entre cidadãos americanos. Um outro americano de 60 anos que estava na cidade de Wuhan, na China, no começo dessa epidemia, faleceu em fevereiro.

Trump voltou a dizer que o risco para a população americana é baixo.

Trump disse também que vai ter reuniões com a indústria farmacêutica e também com especialistas da saúde para tentar acelerar os estudos em relação a uma vacina ou medicação que seja eficiente contra o novo coronavírus, e disse também que 43 milhões de máscaras cirúrgicas estão prontas para serem distribuídas em hospitais e serem distribuídas para a população caso seja necessário e que o país está pronto pra enfrentar essa crise.

O vice-presidente Mike Pence também falou nessa coletiva de imprensa e anunciou novas medidas tomadas pelo governo americano, como medidas de proteção. Os Estados Unidos anunciaram que vão impor novas restrições de viagem para passageiros que chegam do Irã, um país que tem contabilizado cada vez mais casos do novo coronavírus, e Trump também anunciou que autorizou o departamento de Estado a aumentar para o nível 4, em uma escala de 1 a 5, o risco de viagens para regiões afetadas, especificamente regiões da Itália e da Coreia do Sul.

Siga a página Política
Seguir
Siga a página Saúde
Seguir
Siga a página Turismo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!