Um mulher de 26 anos esperou o marido dormir e decidiu assistir um filme adulto quando se deparou com algo inusitado e surpreendente. Ao passar diversos vídeos no intuito de escolher um para assistir, ela se deparou com nada menos que o rosto de seu marido na tela. O marido aparecia mantendo relações íntimas com diversos homens e, inclusive, com sua aliança de casamento no dedo.

Reação

A norte-americana, que sempre teve preferência por filmes gays, ficou bastante confusa ao se deparar com as cenas e decidiu pedir ajuda em um post no Reddit. Com a descoberta, a separação foi algo inevitável. O casal passou a viver em casas diferentes e, com medo, a mulher decidiu passar por uma bateria de exames no intuito de averiguar algum tipo de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis.

Relatos

No post do Reddit, a mulher informa que, ao ver o vídeo, teve certeza de que o homem era realmente o seu marido. Ela conta ainda que o rosto dele estava completamente visível e que tinha algumas tatuagens no corpo que confirmavam mais ainda a sua identidade. Outro fator importante revelado por ela é que, ao vê-lo usando a aliança, ficava claro que os atos e as gravações ocorreram após o casamento.

Em seu desabafo, ela afirma que, além de furiosa, sentiu muito nojo do marido. Nos vídeos, ele aparecia mantendo relações com vários parceiros diferentes e sem o uso de proteção, o que fazia com que ela pensasse apenas em doenças sexualmente transmissíveis.

A esposa ficou tão abalada que passou a não conseguir mais dormir, pediu dispensa do seu trabalho e correu para uma clínica gratuita para realizar os exames.

Desde o ocorrido, ela não conseguiu voltar para a sua casa, pois olhar para o marido se tornou uma tarefa muito difícil, segundo ela.

Argumentos do marido

Após dias difíceis e conversas com diversos usuários, a mulher finalmente decidiu conversar com o marido. Em sua defesa, o homem alegou que tem um problema com uso de drogas e que a metanfetamina utilizada por ele o deixa "gay".

Arrasada com toda a situação, a mulher revelou que o vídeo não foi um caso isolado e que o marido mantinha relações com outros homens há meses. Inclusive, ele é usuário do Grinder, aplicativo por onde marca encontros aleatórios com outros homens. O marido disse para a mulher que iria fazer um tratamento de reabilitação.

Na tentativa de se defender, o homem disse à esposa que faria tudo o que fosse necessário, desde que ela mantivesse o escândalo em sigilo.

A esposa ficou mais furiosa ainda com a solicitação do parceiro, afinal isso mostrava que sua maior preocupação não dizia respeito ao casamento e sim à sua imagem que seria "destruída". A norte-americana afirma ter enviado os vídeos para chefe e para a família do marido.

Siga a página LGBT
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!