O velório do jogador Diego Armando Maradona será na Casa Rosada, sede do governo argentino, a partir desta quinta-feira (26). Estima-se que mais de 1 milhão de admiradores do maior jogador argentino deverão visitar o local, dando o último adeus ao atleta. Maradona morreu nesta quarta-feira (25), aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória na casa onde morava, em Tigre, na região metropolitana de Buenos Aires. O governo argentino declarou três dias de luto oficial.

Diego Maradona estancou hemorragia

Recentemente ele passou por um procedimento cirúrgico para estancar uma hemorragia cerebral.

O craque teve alta hospitalar após oito dias da realização do procedimento. Segundo o portal G1, na ocasião, o médico Leopoldo Luque afirmou que o procedimento era de baixa complexidade, porém demonstrou preocupação com a saúde do ex-atleta.

Diego Maradona deixa cinco filhos

Jogador fenomenal, Diego Maradona deixa cinco filhos: Dalma, Gianinna, Jana, Diego e Diego Fernando. Sua caminhada de sucesso foi muito além do que se espera um dirigente de uma agremiação Futebolística. Conquistou o título de campeã da Copa do Mundo para Argentina em 1986. Foi vice-campeão do Mundo no ano de 1990. Jogou em grandes times como Barcelona, Boca Juniors, e Napoli.

Atuou como técnico da seleção argentina no Mundial de 2010. O gol de mão do craque contra a Inglaterra tornou-se conhecido como “Mão de Deus”.

Mas na sua simplicidade reconheceu que Deus é Deus, e ele, apenas um jogador. O atleta traz ainda em seu currículo a participação nos Mundiais de 1982, 1990 e 1994. Na Copa de 1990, Maradona e seu companheiro de equipe Claudio Caniggia implementaram tabelas, eliminado a seleção Brasileira da Copa do Mundo ainda nas oitavas de final.

Advogado confirma morte de Diego Maradona

O site UOL relata que a morte de Diego Maradona foi confirmada pelo biógrafo e também pelo advogado do ex-jogador. Ainda conforme o UOL, na tarde desta quarta-feira, durante traslado do corpo de Maradona para procedimentos de autópsia, o chefe dos fiscais da prefeitura de San Isidro, John Broyad, responsável por investigar ações suspeitas, revelou que as primeiras verificações na casa onde morreu Maradona apontaram morte natural, sem sinais de violência.

A autópsia é necessária para determinar o que ocasionou a parada cardiorrespiratória. O UOL acrescenta que após a cirurgia do hematoma, o ex- jogador continuou na unidade hospitalar, pois seu quadro de saúde apresentava anemia e desidratação, além de abstinência por causa do vício de drogas e álcool.

Entre várias personalidades que se manifestaram sobre a morte de Diego Maradona e seu legado para o mundo, o rei Pelé (Edson Arantes do Nascimento), disse pelo Twitter que a notícia é triste. Pelé disse também, que o mundo perdeu uma lenda e ele um grande amigo. O rei desejou que Deus dê forças aos familiares do argentino, esperando que um dia possa jogar bola no céu com Maradona.

Siga a página Futebol
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!