Voos procedentes do Reino Unido foram proibidos de entrarem na Itália, Holanda e Bélgica, a partir deste domingo (20). A medida tomada por esses países visa impedir que a nova cepa do coronavírus adentre seus territórios. A nova cepa do coronavírus está se alastrando por todo o sul da Inglaterra.

A Holanda afirmou que no início de dezembro foi feita uma amostragem que revelou a mesma variante do coronavírus encontrada no território britânico. Voos saindo do Reino Unido com destino à Holanda estão suspensos até o dia 1º de janeiro, segundo comunicado feito pelo governo holandês neste domingo.

Reino Unido entrará em longo lockdown por causa da nova variante do coronavírus

O primeiro-ministro afirmou que o sudeste da Inglaterra e Londres estão sendo colocados em um novo nível, chamado de nível 4, que determina o fechamento de lojas não essenciais, como as academias e salões. Também afirmou que a deslocação entre as zonas do país foram proibidas para evitar a nova variante do coronavírus.

Matt Hancock, ministro da Saúde britânico, sugeriu que novas medidas de restrições são necessárias às localidades afetadas e ressaltou que este é um longo caminho a ser percorrido para controlar o vírus. Ele destacou que todos que se encontram na área da variante devem se comportar como se tivessem o vírus.

Governo italiano deve proteger compatriotas da nova cepa do coronavírus, diz ministro

Luigi di Maio, ministro das Relações Exteriores da Itália, informou ao Facebook que o governo italiano tem o dever de proteger os seus compatriotas e por este motivo enviou uma notificação ao Reino Unido para que os voos com destino à Itália sejam suspensos.

Os países estão tomando outras medidas de segurança relacionadas a outros meios de transportes, em especial, depois que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, junto com alguns cientistas anunciaram no último sábado que a no cepa do Covid-19 é até 70% mais transmissível do que as já existentes, mas enfatizou que não há evidências que esta seja mais letal ou que as vacinas sejam menos eficazes.

Governo da Bélgica toma outras medidas restritivas para conter variante

O governo da Bélgica afirmou neste domingo que fechará suas fronteiras não apenas para aviões, mas também para trens vindos do Reino Unido. A medida segue as definições impostas e seguidas pela Holanda, depois que descobriu um caso de contágio associado à mutação do novo coronavírus, chamada de VUI202012/01.

Outros países cogitam a possibilidade de tomar as mesmas medidas, dentre eles estão a Alemanha e a França. A Alemanha também quer restringir voos da África do Sul, disse funcionário do governo alemão a agência AFP, neste domingo (20).

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!