Uma idosa escocesa foi chamada para receber a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Ao não comparecer na data e local agendados, a equipe de saúde desconfiou que poderia haver algo errado. Ao investigar o caso, a Polícia local descobriu que o marido escondia o corpo dela dentro de casa há anos.

Suspeita

Após não comparecer a um compromisso tão importante, a equipe de enfermagem responsável pela vacinação suspeitou da ausência e decidiu fazer uma visita a Christina Malley, que teria hoje em torno de oitenta anos.

Ao chegar à residência, localizada na cidade de Aberdeen, a equipe de enfermagem se deparou com um senhor chamado Daniel Malley, de 78 anos, marido de Christina.

Ao questionar Daniel sobre a ausência da idosa para a vacinação, a equipe ouviu que ela estava viajando, argumento este que não satisfez as enfermeiras, causando ainda mais desconfianças.

Após ouvirem a explicação do idoso, as profissionais de saúde decidiram conversar com alguns vizinhos do casal para confirmar a estranha história e acabaram descobrindo que a mesma desculpa dada a elas era utilizada para qualquer outra pessoa que questionasse o paradeiro de Cristina.

Polícia

Intrigadas com a situação, as enfermeiras decidiram chamar a polícia para investigar a veracidade das informações fornecidas por Daniel.

Ao chegar na residência, os agentes policiais receberam a mesma informação fornecida as profissionais de saúde, no entanto, uma busca foi realizada na casa e um corpo foi descoberto.

De acordo com testes realizados, o corpo era o da idosa.

Os policiais responsáveis pelo caso informaram, através de um porta-voz em uma entrevista concedida ao jornal Evening Express, que após a identificação do cadáver, Daniel desapareceu e até o momento seu paradeiro é desconhecido pela instituição. A casa está interditada para a realização de perícia.

Mistério

A morte de Cristina é um grande mistério até para os agentes policias, pois exames apontam que o cadáver estaria na casa havia cerca de doze anos, quando ela foi vista pela última vez pelos vizinhos. Alguns deles inclusive nunca a viram e ficaram bastante surpresos quando descobriram que o idoso era casado.

Um dos moradores locais chegou a comentar que, além de nunca ter visto Daniel acompanhado, se pergunta como a idosa poderia ter permanecido por mais de uma década dentro da residência sem que ninguém descobrisse o fato.

Outra dúvida que o vizinho do casal levantou foi como é possível que por tantos anos não existissem bichos e mau cheiro no local. O vizinho ainda disse que é tudo muito estranho e que sente arrepios só de pensar nesta história.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!