O mundo das notícias é complexo, e histórias e imagens falsas costumam ser amplamente compartilhadas nas redes sociais. A equipe editorial da Blasting News identifica as informações enganosas e as fraudes mais populares toda semana para ajudá-lo a entender o que é verdade e o que é mentira. Aqui estão alguns dos boatos falsos mais compartilhados da semana.

EUA

Plano climático de Biden não exige que americanos cortem consumo de carne vermelha em 90%

Fatos: Publicações no Twitter e no Facebook alegam que o plano climático anunciado pelo presidente dos EUA, Joe Biden, durante a Cúpula de Líderes sobre o Clima, ocorrida no último dia 22 de abril, vai exigir que os americanos reduzam o consumo de carne vermelha em 90% até 2030.

A alegação chegou a ser compartilhada pela emissora Fox News em um de seus telejornais e por alguns congressistas republicanos, opositores a Biden.

Verdade: O número divulgado nas redes sociais vem de um estudo publicado por pesquisadores das Universidades de Michigan e Tulane em abril de 2020, portanto, sete meses antes de Biden ser eleito presidente dos EUA. O estudo tinha como foco o impacto de diferentes mudanças na dieta dos americanos sobre as emissões de gases de efeito estufa.

Em declarações à AFP, Gregory Keoleian e Martin Heller, dois dos autores do estudo, disseram: “Até onde sabemos, não há conexão entre nosso estudo e o plano climático de Joe Biden”. No último dia 26, em declarações à imprensa, o secretário da Agricultura americano, Tom Vilsack, disse: “Não há nenhum esforço projetado para limitar a ingestão de carne bovina vindo da Casa Branca ou do USDA [Departamento de Agricultura dos EUA]”.

Durante seu discurso na cúpula do último dia 22, Biden anunciou a meta dos EUA de diminuir pela metade sua emissão de gases do efeito estufa até 2030.

EUA

Departamento de Polícia de Chicago não tuitou mensagem em apoio a Derek Chauvin

Fatos: Publicações compartilhadas no Twitter e no Facebook mostram uma suposta captura de tela de um tuíte do Departamento de Polícia de Chicago expressado apoio ao ex-policial Derek Chauvin, condenado no último dia 21 de abril pelo assassinato de George Floyd durante uma abordagem policial em maio do ano passado.

O suposto tuíte traz uma foto de Chauvin durante o julgamento e a frase “somos todos Derek Chauvin”.

Verdade: Em uma publicação em sua conta oficial no Twitter, o Departamento de Polícia de Chicago compartilhou o falso tuíte atribuído à corporação e afirmou que a imagem “não reflete apenas o pior da desinformação nas redes sociais, mas também coloca nossos oficiais e comunidades em risco, ampliando a lacuna de confiança que estamos trabalhando tanto para construir e restaurar”.

Índia

Vídeo não mostra vítimas da COVID-19 morrendo nas ruas na Índia

Fatos: Vídeo compartilhado milhares de vezes no Facebook, Twitter e Weibo alega mostrar vítimas da Covid-19 passando mal e morrendo nas ruas da Índia.

O boato surge em meio a uma devastadora segunda onda do coronavírus no país, que tem registrado mais de 300 mil novos casos da doença por dia.

Verdade: Uma busca reversa na internet mostra que as imagens do vídeo foram gravadas originalmente em 7 de maio de 2020 e mostram vítimas de um vazamento de gás tóxico em uma refinaria na cidade indiana de Visakhapatnam. O incidente deixou 12 mortos e centenas de pessoas hospitalizadas.

Mundo

Fotos de Greta Thunberg depois de ganhar peso são falsas

Fatos: Publicações compartilhadas no Twitter e no Facebook mostram duas supostas fotos da ativista ambiental sueca Greta Thunberg aparentando estar obesa.

Verdade: Uma busca reversa na internet mostra que ambas as imagens compartilhadas nas redes sociais foram manipuladas digitalmente.

A primeira imagem foi tirada originalmente pelo fotógrafo Jack Taylor, da Getty Images, em 21 de abril de 2019, durante uma manifestação do Extinction Rebellion em Londres. A segunda imagem pertence originalmente a um vídeo gravado em 6 de outubro de 2018, durante uma manifestação do Rise for Climate em Bruxelas.

Brasil

Estudo da Universidade de Stanford não indicou que máscaras são ineficazes contra Covid-19

Fatos: Publicação compartilhada no Facebook alega que um estudo da Universidade de Stanford, nos EUA, concluiu que “máscaras faciais são ineficazes para bloquear a transmissão da Covid-19” e que podem ainda “causar deterioração da saúde e morte prematura”.

Verdade: O artigo destacado nas postagens foi publicado por Baruch Vainshelboim em novembro do ano passado no Medical Hypotheses, que se define como “um fórum para ideias em medicina e ciências biomédicas relacionadas (...) com artigos teóricos que fomentam a diversidade e o debate” científico. O artigo, que apresenta uma mistura de estudos e metanálises, não foi revisado por outros cientistas. Em nota publicada em seu site oficial, a Universidade de Medicina de Stanford afirma: “O autor, Baruch Vainshelboim, não era afiliado ao VA Palo Alto Health System ou a Stanford no momento da publicação. Ele não tem afiliação desde 2016, quando terminou seu mandato de um ano como pesquisador visitante em assuntos não relacionados a este artigo”.

A instituição afirma ainda que apoia fortemente o uso de máscaras faciais para controlar a disseminação da Covid-19.

Indonésia

Postagens afirmam falsamente que toda tripulação de submarino indonésio desaparecido foi encontrada viva

Fatos: Publicações compartilhadas no Facebook e Twitter afirmam que todos os membros da tripulação de um submarino da Marinha indonésia que desapareceu no último dia 21 de abril foram encontrados vivos um dia depois.

Verdade: A Marinha da Indonésia anunciou no último dia 25 de abril que equipes de resgate localizaram partes do submarino desaparecido a mais de 800 metros da superfície do mar. Em declarações à imprensa, o chefe das Forças Armadas indonésias, Hadi Tjahjanto, disse que “todos os 53 tripulantes a bordo [do submarino] morreram”.

Siga a página Coronavirus
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!