Aqui do nosso oráculo, o Google, vemos que o vidente Jucelino da Luz não "acertou" na previsão, o voo JJ-4732 da TAM não atingiu nenhum prédio na Avenida Paulista. Segundo o vice-presidente de operações da companhia, Ruy Amparo, o mesmo voo e a mesma equipe "prevista" decolaram para Brasília conforme a agenda. Para não haver dúvidas: hoje, 26 de novembro de 2014, avião e pessoas completaram o trajeto em segurança.

O vidente diz que a "mudança" da TAM alterou o curso da calamidade, poderíamos até auxiliar nosso profeta com o "argumento" daquela mistura de física quântica com o nosso mundo mecânico no filme What the Bleep Do We Know!? (Quem somos nós): "Eu seguro uma bola, eu a solto, ela cai: causa. Efeito: quando bate no chão. Mas o chão pode ser a causa de eu deixar cair a bola?".

O "causo"

Jucelino da Luz teria sonhado em 2005 com um acidente aéreo, sonho premonitório para o ano de 2014: o vôo JJ-4732 da TAM sairia do aeroporto de Congonhas nesta quarta-feira, 26/11/2014, teria um problema nas turbinas e, se me permitem a onomatopeia: cataplum!

As notícias, como não poderiam deixar de ser, acompanharam aquele que prediz o futuro: O síndico de um prédio comercial na Avenida Paulista "alertou" os condôminos sobre a proeza, a TAM mudou os números para não gerar pânico, as pessoas se divertiram a caçoar pelas redes sociais.

Técnica e boa educação

A atitude da diretoria da TAM não poderia ser melhor: segundo notícias, executivos da empresa aérea embarcaram para "tranquilizar" a população, uma maneira simbólica de preservar o patrimônio contra "mau agouro" prenunciado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política Opinião

Ruy Amparo disse que respeita as superstições, "mas nessa hora temos que ser técnicos".

Os empresários devem manter a boa educação, afinal, todas essas notícias apenas apontam a suscetibilidade brasileira às superstições, mas às instituições competentes deve se exigir investigação, haja vista que há muita gente a "inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível" em nosso país através de templos, não precisamos de mais um tipo a explorar esse "nicho de mercado".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo