A mais recente pesquisa do Datafolha publicou na noite de sábado (7) um aumento incomum na avaliação negativa da gestão de Dilma, apesar de ter iniciado o seu segundo mandato há apenas um mês. De acordo com a pesquisa, que abrange um universo de 4.000 pessoas em todo o país, 44% dos entrevistados classificaram a gestão do Governo ruim ou muito ruim. O fato relevante é que apenas 24% dos entrevistados no mês de dezembro rejeitaram a presidente brasileira. As medidas impopulares que vem adotando desde o final de 2014, mais o caso de corrupção da Petrobras derrubaram a popularidade de Dilma.

Cerca de 52% dos entrevistados, disseram que a presidente sabia e deixou acontecer os atos de corrupção ocorridos na estatal.

Uma queda de popularidade dessa magnitude só foi vista antes em 1999, quando Fernando Henrique Cardoso assumiu o seu segundo mandato e implementou uma forte desvalorização do real . O desempenho ruim da popularidade do atual governo está ligado com a situação econômica do país. Em outubro de 2014, apenas 6% achavam que a situação econômica pioraria. Hoje, essa porcentagem se elevou aos 26% que acham que este ano vai ser pior do que 2014.

Todos os indicativos apontam que o governo atual está bem próximo do "fundo do poço".

Para os líderes da oposição, os sintomas de descontentamento devem aumentar ainda mais. Essa oposição reiterou na semana passada a sua intenção de realizar uma forte campanha a favor do impeachment de Dilma, o que pode acelerar ainda mais o mau momento que vive a sua gestão.

Um conceituado advogado, Ives Gandra, deu a sua opinião, dizendo que o impeachment é possível se o processo for baseado na ideia de "responsabilidade" e não da "culpa" que Dilma teria sobre o caso de corrupção na Petrobras.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Política

Grimly, colunista da folha previu que "o pessimismo dos entrevistados (pelo Datafolha) é determinado pelo contraste entre a realidade e o quadro pintado em campanha eleitoral no ano passado, ou seja, uma campanha que foi baseada em mentiras." O fato é que, em tese, 54% dos entrevistados pelo instituto de pesquisa constataram que Dilma é "mentirosa". Então, pode-se dizer que o governo começou a colher cedo o que tem plantado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo