A plenária nacional organizada pela CUT, com o apoio do PT, realizada ontem, 31, contou com mais de 3.000 militantes e sindicalistas, os quais foram convidados pelo próprio presidente do partido, Rui Falcão, em vídeo divulgado pela internet. Entre os presentes estava o ex-presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula, em seu discurso, defendeu a Petrobras e o governo da presidente Dilma Rousseff, a quem atribuiu a valentia em permitir que as investigações sejam realizadas.

Em sua principal fala, o ex-presidente foi enfático ao afirmar que ele também está indignado com a Corrupção, a qual deve ser combatida. Além disso, alertou aos militantes do Partido dos Trabalhadores para que não abaixem a cabeça: "Não podemos aceitar que chamem a gente de corrupto. Não podemos abaixar a cabeça. Não vou admitir que alguém venha levantar suspeita de que o PT é corrupto".

O que o ex-presidente esqueceu de mencionar é que o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, é réu na ação movida pelo Ministério Público Federal, conhecida como 'Lava Jato'. Vaccari nega as acusações e não pretende deixar o cargo.

O PT, por sua vez, não afastou o dirigente até o momento. Para o ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, que participou de encontro com petistas na segunda-feira (30) em São Paulo, as provas do processo devem ser analisadas pelo partido e, se estiverem bem fundamentadas, o tesoureiro deve ser afastado pelo PT.

O que Lula esqueceu ainda de informar é que seu partido não expulsou os mensaleiros José Dirceu e José Genoíno, ambos condenados por corrupção em processo já transitado em julgado, ou seja, não cabe mais recursos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Corrupção

Contrariando o próprio estatuto do partido, que determina, em seu artigo 231, a expulsão dos filiados condenados por crime com trânsito em julgado.

Na verdade, a indignação do ex-presidente parece uma resposta para as manifestações ocorridas contra o partido, como forma de persuadir a população a acreditar que o Partido dos Trabalhadores não está envolvido em corrupção. Contudo, os fatos e a justiça têm mostrado diferente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo