Na relação do HSBC (SwissLeaks) existe o nome de pessoas ligadas ao poder judiciário, demonstrando assim a ampla variedade de profissionais encontrados na lista com 8.667 brasileiros em contas sigilosas, neste escândalo de repercussão mundial.

Portal UOL e jornal O Globo trabalharam de modo conjunto no levantamento da documentação vazada há 7 anos. Apesar das evidências documentais levantadas por parte da imprensa, todos nomes ligados à #Justiça e presentes na relação do HSBC negaram a participação. Os nomes são estes:

● 36ª Câmara de Direito Privado: Jayme Queiroz Lopes Filho;

● 1ª Câmara de Direito Privado: Paulo Eduardo Razuk;

● Tribunal de Justiça de São Paulo: Ney de Mello Almada (desembargador aposentado);

● Justiça do estado do Rio de Janeiro: Carlos Antonio da Silva Navega (ex-procurador-geral);

Marta Maria de Brito Alves (Defensora-pública-geral de Pernambuco).

Relação do HSBC

De acordo com os repórteres do Jornal O Globo, Jayme Queiroz possui no mínimo duas contas numeradas, abertas entre 1997 e 2007, cujo saldo conjunto chegou em mais de 130 mil dólares, conforme indica a relação do HSBC. Ele fez contato com o jornal e disse não conhecer a presença das contas em seu nome.

O advogado Ney de Mello Almada, que já foi desembargador do TJSP, tinha conta aberta entre os anos de 1992 e 2006, cujo montante na soma geral chegou em quase 264 mil dólares. Assim como Queiroz, Ney de Mello entrou em contato com a imprensa para negar sua participação.

Na relação do HSBC um dos nomes campeões na abertura de contas é Carlos Antônio da Silva, que abriu 3 em menos de 1 ano (entre 2006 e 2007). Indagado sobre a participação, Silva disse que manteve dinheiro, mas tudo foi declarado de modo correto ao IR (Imposto de Renda), assim como os seus bens.

Os melhores vídeos do dia

Marta Maria de Brito Alves é outra pessoa da justiça ligada à relação do HSBC. Seu nome está em destaque, afinal, de 1996 até 2007 o montante dentro da conta ultrapassou a casa de 1 milhão de dólares. Ela também negou ser correntista do banco na Suíça.