Quem pensa que Romário está satisfeito com o pedido público de desculpas que a revista Veja lhe fez nesta quinta-feira, 6, está enganado. O baixinho já comunicou seus milhares de seguidores no Twitter que vai exigir indenização por danos morais e quer direito de resposta. "O processo continua! Estou pedindo na justiça R$ 75 milhões por danos morais e direito de resposta na edição impressa da revista", tuitou.

Em reportagem intitulada "O mar não está para peixe", a revista da Editora Abril afirmou que o senador (PSB-Rio) e ex-jogador de futebol guardava R$ 7,5 milhões em uma conta no banco suíço BSI sem declarar à Receita Federal. Ilustrado com a fotografia de um suposto estrato bancário que comprovaria a operação ilegal, o texto assinado pelos repórteres Leslie Leitão e Thiago Prado foi publicado no dia 25 de julho.

Desde então, um verdadeiro reality show nas redes sociais foi se formando. Milhares de pessoas viram Romário - que chegou a ir até Genebra para investigar o caso - desmentir e exigir que a Veja se posicionasse sobre a matéria.

A prova cabal que fez com que a revista se retratasse admitindo o erro foi um documento enviado pelo BSI em que afirma que o comprovante de depósito era falso. "Diante dessas provas, enterramos, definitivamente, qualquer mentira sobre o assunto. Os falsificadores, mentirosos e caluniadores responderão à justiça brasileira e suíça", comentou Romário em seu perfil no Facebook.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Governo

Romário vai à tribuna para desmentir Veja

Ainda nesta quarta-feira, 5, Romário usou a tribuna do Senado Federal para refutar "o que há de pior no jornalismo". Assista o discurso do senador no vídeo que segue:

Caso Veja X Romário provoca comoção nas redes sociais

Na noite desta quarta-feira, 6, os termos "Romário" e "Veja" já figuravam entre os mais comentados nas redes sociais por conta da publicação do documento do BSI pelo senador.

Contudo, nada se comparou a avalanche de tuítes e comentários no Facebook provocada pela nota em que a revista Veja admite o erro e pede desculpas publicamente.

Nem mesmo a "humildade" da publicação pareceu comover os internautas. "Estamos revisando passo a passo o processo que, sem nenhuma má fé, resultou na publicação do extrato falso nas páginas da revista, evento singular que nos entristece e está merecendo toda atenção e cuidado para que nunca mais se repita", disse.

"Pelo menos agora, que se meteu nessa enrascada com Romário, a Veja poderia checar a credibilidade da origem da nota, né? Afinal, é crime.", tuitou Igor Natusch, jornalista de Porto Alegre. 

"Veja agindo no caso Romário como se estivesse surpresa que alguém leve Veja a sério", disse Arnaldo Branco, do Rio de Janeiro.

Centenas de milhares de comentários em defesa de Romário não passaram despercebidos pelo senador que é usuário assíduo das redes sociais.

"Galera! Pra encerrar o assunto, agradeço a todos que me apoiaram nesse episódio da revista e que confiaram na minha resposta desde o começo.", ponderou pouco antes de confirmar que, sim, está processando a Veja.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo