Conforme divulgado no jornal Folha de S.Paulo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que "renúncia seria um gesto de grandeza", se referindo a atitude que, segundo ele, seria a mais adequada, a ser tomada pela presidente Dilma Rousseff, neste momento. Cardoso acha que, as manifestações populares de ontem, domingo, 16, significam uma demonstração do sentimento do povo que, embora considere o governo legal, é ilegitimo

O tucano acha que as falcatruas corroeram a base moral do governo e que só resta a Dilma ser capaz de um gesto de grandeza. Um dos caminhos possíveis é a renúncia, o outro o reconhecimento que errou, seguido da indicação dos caminhos que podem levar o Brasil à recuperação. 

A grave crise econômica e Política pelas quais o país vem passando, sem o mea-culpa ou renúncia de Dilma, tende a se agravar, levando à crescente desarticulação e perda do poder de governar.

Publicidade
Publicidade

Fernando Henrique afirma que mesmo que a presidente consiga se salvaguardar, os malfeitos de Lula que agora começam a vir a tona, deverão respingar em Dilma, comprometendo seu governo.

O ex-presidente alfinetou Dilma quando disse que em algum momento, um líder com força moral dirá a ela, o que Ulysses Guimarães disse a Fernando Collor : "você pensa que é presidente, mas já não é mais". 

O recado de Fernando Henrique a Dilma, nesta segunda-feira, 17, acontece um dia depois do Datafolha divulgar o índice de reprovação da presidente: 71%.

Publicidade

O maior índice  da história, desde 1992, sob o governo Collor, quando o instituto iniciou esse tipo de pesquisa.

Em São Paulo, o índice de rejeição ao governo é ainda maior, entre os paulistanos que compareceram aos protestos, na Av. Paulista. Para 95%, o governo do PT é ruim ou péssimo.

Na reunião desta segunda, 17, o Planalto avaliou as manifestações como normais em um sistema democrático, no entanto, preocupou o governo o número de pessoas nas ruas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Política

Inicialmente, havia expectativa em Brasília, que as manifestações desse domingo, fossem esvaziadas e menores do que a última, em abril. Um outro ponto que chamou a atenção da presidente, seu vice e ministros presentes à reunião, foi o fato dos manifestos ainda estarem fortalecidos e focados, principalmente, em Dilma, Lula e PT.

A palavra de ordem em Brasília é "quebrar o clima de pessimismo".  O governo pode até ficar rouco de tanto gritar a palavra de ordem, mas se o brasileiro não perceber uma luz no fim do túnel, poderá calar, em definitivo, esse governo.

Foto: vestibular.brasilescola

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo