Anúncio
Anúncio

Os servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), no estado de Pernambuco, decidiram, em assembleia realizada na quinta-feira (24), acatar as propostas feitas pelo Governo neste mais de dois meses de paralisação. Deste modo, foi encerrado o movimento grevista neste estado do Nordeste.

Após aceitarem o que foi proposto pelo governo, os funcionários do órgão, decidiram que irão retornar ao trabalho, já nesta segunda-feira, dia 28 de setembro. O atendimento nas agências do INSS, inclusive, o atendimento normal ao público deverá ser normalizado na mesma data.

As propostas que foram acatadas pelos servidores, são compatíveis com as reivindicações já discutidas pelos representantes do movimento grevista desde o início.

Anúncio

Foram propostas pelo governo as seguintes pautas e que foram aceitas pela categoria:  O reajuste salarial  de 10,8%. Entretanto, o mesmo não será concedido de uma única vez.  Será concedido um reajuste salarial de 5,5%, já retroativo a agosto de 2016. O outro percentual de reajuste salarial será em torno de 5,3% e será aplicado a partir da remuneração salarial dos funcionários somente a partir do mês de janeiro de 2017.

Outro ponto importante de conquista, por parte dos servidores do INSS, foi que o governo recuou e resolveu a acatar uma solicitação antiga. Ou seja,  a incorporação da chamada gratificação por desempenho. Esta remuneração deverá ser agregada ao salário do servidor, principalmente, durante o processo de aposentadoria do mesmo.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Pela proposta do governo, esta gratificação também não será concedida de uma única vez.  Ele será incorporada em três vezes, sendo a primeira parte acrescida no início de janeiro de 2017 e as demais, em janeiro de 2018 e janeiro de 2019, respectivamente.

Em cumprimento ao elenco de itens que fazem parte das reivindicações dos servidores, o órgão irá criar uma comissão de gestão para que seja implementado um plano de cargos  da categoria.

De acordo com o Sindsprev-PE (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência), no Estado de Pernambuco, os dias parados com a greve deverão ser pagos, através de horas a serem trabalhadas nas agências do órgão. Alguns servidores internos poderão ser deslocados para o atendimento externo, junto ao público.  O acordo deverá ser assinado entre os representantes do movimento grevista e o governo, no dia 25 de setembro, sexta-feira.

Anúncio

Após isto, a orientação é para que todos voltem ao trabalho no dia 28, na segunda-feira.