A cidade de Tatuí, no interior de São Paulo, pode ganhar, em breve ,o seu primeiro Shopping. O projeto de lei encaminhado pela prefeitura aguarda aprovação do Legislativo para sair do papel, isso porque, é necessário mudar o zoneamento de alguns bairro do município. A mudança seria necessária porque na área prevista para instalação do centro comercial, estavam previstas construções residenciais e comerciais e não empresarial, como é o caso.

Apauta causou tumulto na plenária, no início do mês, pois há 30 dias espera para entrar em votação. Em entrevista ao portal G1 o prefeito José Manuel Correa Filho (PMDB) diz que quer "agilidade".

O Shopping será construído as margens da da Rodovia SP 127, também conhecida como Antônio Romano Schincariol, comprado por empresários por cerca de 100 milhões, de acordo com a prefeitura. O investimento total seria de 200 milhões e a expectativa de gerar 4,8 mil empregos diretos e indiretos após a construção.

Enquanto aguarda o impasse entre o Executivo e o Legislativo a população anseia pela novidade. O projeto prevê 76 lojas de 40m², 2 de 376m², 2 de 440m², 1 restaurante de 526m², 1 de 440m², 1 choperia de 738m² e 01 livraria de 280m², além de casa de show, supermercado,Cinema, duas praças de alimentação e estacionamento com 516 vagas.

As expectativas da população é bastante positiva, tanto pela opção de lazer como para oportunidade de trabalho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Cinema

" Um shopping é bom pra cidade como também pra quem mora próximo que as vezes tem que ir pra longe em busca de lazer" afirma a estudante Mara Sueli empolgada em saber das intenções da prefeitura.

Mesmo com tantos pontos positivo e com grande torcida por parte da população local, o fato é o empreendimento ainda está está só na teoria e sem previsão de início. O pedido que foi protocolado em 05 de agosto está em avaliação por parte da comissão responsável por analisar a proposta.

O prazo para a Câmara decidir se a pauta entra em votação ou não é até dia 19 de setembro e até lá o jeito é mesmo esperar e torcer para que as obras iniciem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo