Durante um discurso na entrega de 928 unidades do Minha Casa Minha Vida, na região de Paranoá, a presidente Dilma Rousseffgarantiu que tanto as casas habitacionais do programa, quanto o Bolsa Família não irão acabar, nem sofrerão com atrasos ou terão os pagamentos atrasados.Sabemos que, no momento, o Brasil vem passando por uma séria crise políticae econômica, estando no meio de uma grande avalanche de escândalos envolvendo os principais nomes políticos do país.Diante de todos esses momentos de dificuldades, Dilma disse fazer esforços e citou que em seu Governo houve uma diminuição de ministérios, cargos e em seu salário uma redução de 10%.

De acordo com a reportagem do Jornal O Globo: "O governo federal não vai também parar o Bolsa Família ou diminuir o Bolsa Família ou não pagar em dia o Bolsa Família. Muita conversa, que é uma conversa que não é séria, que é a conversa do boato, aparece. Eu estou aqui dizendo para vocês que o Bolsa Família não vai ser interrompido, o Minha Casa Minha Vida não vai ser interrompido. A gente aperta o cinto e garante os programas fundamentais para a vida da população do nosso país.", discursou a presidente.

A entrega das unidades habitacionais em Paranoá, na região administrativa próxima de Brasília, foi intercalada entre palmas e vaias, quando a presidente Dilma Rousseff e o governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg discursavam. As vaias destinadas ao governador estão ligadas ao seu inimigo político, o ex- governador do DF Joaquim Roriz, pois a região é um espaço fechado com dominações políticas do ex-governador.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Política

Esse momento criou um estado de manifestação, onde algumas pessoas o chamavam de “caloteiro” e perguntavam sobre o pagamento dos professores. Quando Dilma começou seu discurso houve vaias isoladas. Dilma aproveitou o momento e ressaltou o valor da mulher dentro da família, não diminuindoo papel do pai. Essa relação de amor e ódio com a figura de Dilma tem sido recorrente no cenário atual, explicandoa insatisfação por seu governo nas últimas pesquisas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo