Delcídio do Amaral, líder do governo no Senado, ficou totalmente descontrolado ao ficar sabendo que o ex-presidente Lula fez duras críticas a ele. Nesta quinta-feira (26), o senador recebeu a informação que Lula o criticou e perdeu o controle.

Em um almoço na CUT, Central Única dos Trabalhadores, Lula afirmou que Delcídio fez uma "coisa de imbecil", se referindo às acusações de que o senador estaria tentando atrapalhar as investigações referentes à Operação Lava Jato.

Publicidade
Publicidade

Lula ainda garantiu que ficou perplexo ao saber da "grande burrada" feita pelo senador, porém, depois de uma grande repercussão em toda a mídia, o Instituto Lula fez um comunicado, através da assessoria de imprensa, negando que Lula tenha criticado o petista.

Após saber das declarações, foi preciso que o advogado do senador interferisse e o depoimento acabou sendo suspenso por tempo indeterminado. Por causa disto, o senador não foi questionado sobre a gravação telefônica em que ele oferece ao filho de Nestor Cerveró que seu pai fuja do país em um jatinho, indo primeiro para o Paraguai e depois para a Espanha.

Publicidade

Foi por causa da gravação deste telefonema que a Procuradoria Geral da República solicitou que o senador fosse preso.

A assessoria de Delcídio do Amaral comunicou que ele irá provar sua inocência e que no momento ele encontra-se muito abatido, mas sereno. Delcídio chegou a dizer aos policiais que ele queria ajudar Nestor Cerveró pro questões humanitárias, se tornando alvo de piada nas redes sociais.

A ligação telefônica mostra Delcídio dizendo para o filho de Nestor Cerveró que Michel Temer, vice-presidente do país, tinha entrado em contato com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. A justificativa para citar o nome de Michel Temer é que na época ele tinha informações seguras de que o vice-presidente tinha fortes relações com Zelada, mas não quis detalhar quão próximas seriam estas relações.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Governo

A assessoria de Temer emitiu uma nota informando que Jorge Zelada esteve na presidência do PMDB exclusivamente porque teria sido indicado para a Petrobras e nesta ocasião ele simplesmente foi apresentado a Michel Temer, presidente do partido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo