O ano de 2016 será difícil para os brasileiros e o corte que está sendo feito no orçamento vai impedir que a eleição seja realizada conforme vinha acontecendo nos últimos anos, pois a urna eletrônica não poderá ser utilizada conforme foi publicado nesta segunda-feira (30) no Diário Oficial da União.

A portaria não informou os reais motivos que inviabilizam o uso de urnas eletrônicas nas eleições de 2016, apenas diz que o "contingenciamento imposto" é que está impedindo que a tecnologia possa ser usada para garantir uma eleição rápida e segura.

Publicidade
Publicidade

Desta forma, a falta de dinheiro já dá seus primeiros sinais que 2016 será um ano de muitos cortes. As eleições municipais foram as primeiras a sentir a "faca" do Governo e os eleitores terão que retomar o antigo costume do voto manual, algo que não acontecia no Brasil desde o ano de 2000.

Mais de R$ 428 milhões não serão repassados à Justiça Eleitoral, que não terá verba para a compra e manutenção dos equipamentos que são utilizados em uma eleição eletrônica.

Publicidade

E o impacto maior será na aquisição destas urnas eletrônicas, pois a licitação já estava sendo realizada com término previsto para o fim de dezembro. A verba necessária só nesta licitação seria de R$ 200 milhões.

No início do mês de novembro, o TSE aprovou o calendário eleitoral para as eleições municipais do próximo ano, quando os eleitores brasileiros irão eleger prefeitos, vice-prefeitos e também vereadores.

O calendário já traz as alterações conforme determina a Lei 13.165, que foi aprovada em 29 de setembro de 2015 pelo Congresso Nacional.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Corrupção

As eleições serão realizadas no dia 2 de outubro para o primeiro turno e dia 30 do mesmo mês nos municípios em que houver necessidade do segundo turno, sendo que somente as cidades que possuam mais de 200 mil eleitores poderão realizar o 2º turno.

E a propaganda eleitoral gratuita, no rádio e na TV, que antes era de 45 dias, agora poderá ser feita somente por 35 dias, começando a partir do dia 26 de agosto.

Para alguns brasileiros, o voto manual não é problema, mas os mais jovens, que sempre votaram pela urna eletrônica, certamente irão estranhar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo