Não é desta vez que Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, irá renunciar ao seu mandato. Quem garante é o próprio Cunha que além da certeza de continuar no cargo também comentou sobre a ação da Polícia Federal.

Cunha achou estranho a forma de agir da PF, tanto em sua residência como também em seu escritório, principalmente por ser às vésperas de quando será definida a decisão sobre o impeachment de Dilma e também do Conselho de Ética que está analisando o pedido de representação contra o Deputado.

O presidente Eduardo Cunha também criticou o PT e fez questão de dizer que quase todo dia tem alguma nova denúncia sobre "Caixa 2" do Partido dos Trabalhadores, mas a Polícia Federal resolve investigar é o PMDB.

Para Cunha, até quem é menos inteligente perceberá que tem algo estranho, já que a atuação da Polícia Federal foi às vésperas de uma decisão tão importante para o país.

O Deputado ainda continuou reclamando e disse que somente aqueles que não são do PT estão sujeitos às operações da PF e que ele foi escolhido por ser um desafeto de Dilma Rousseff.

Mostrando-se seguro, Eduardo Cunha disse não estar preocupado com as operações realizadas e as buscas feitas, apenas achou estranho que esta operação da polícia esteja focada no PMDB.

POLÍCIA FEDERAL CUMPRE MANDADO DE BUSCA E APREENSÃO NA CASA DE EDUARDO CUNHA

Na manhã desta terça-feira (15), a Polícia Federal esteve na residência de Eduardo Cunha cumprindo mandado de busca e apreensão. A operação foi à casa oficial do Deputado em Brasília e também em sua casa particular, no Rio de Janeiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Corrupção

As buscas ainda foram feitas nas residências dos ministros Celso Pansera (ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação) e Henrique Eduardo Alves (ministro do Turismo) sendo que ambos são do PMDB, o que deixou Cunha revoltado.

IMPEACHMENT

Sobre a questão do Impeachment, a posição do Supremo Tribunal Federal será anunciada nesta quarta-feira, dia 16 e é grande a expectativa, principalmente dos aliados da presidente Dilma Rousseff.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo