O líder do Governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT), em entrevista ao jornal Diário do Nordeste, nesta última segunda-feira (7), teceu alguns comentários sobre o panorama político atual que está em andamento no País. O parlamentar criticou severamente o desenrolar da Crise política brasileira, o qual está estagnando o Brasil rumo ao crescimento econômico e defendeu a rápida resolução de tais questões. O mesmo condenou, ainda, a tentativa de se associar o nome do Partido dos Trabalhadores a qualquer tentativa de golpe contra governos passados.

Críticas aos opositores do Governo e defensores do impeachment

Antes de embarcar para Brasília, José Guimarães fez duras criticas a todo o quadro de crise política que o país está atravessando.

Ele iria reunir-se com Dilma a fim de discutir os detalhes sobre a formação da comissão que vai analisar e julgar o pedido de afastamento da mesma. Indagado sobre a problemática da política atual, o deputado declarou que o Brasil não está sendo capaz de suportar o atual quadro que está atravessando. Guimarães afirmou que a crise política é culpa de "meia dúzia de revoltados" que estão descontentes por perderem a eleição e são os responsáveis por esta instabilidade que o país atravessa.

O deputado criticou a tentativa de cassação do mandato de Dilma como uma clara tentativa de golpe. Segundo o político, é preciso barrar este processo no Congresso, pois constitui um verdadeiro atentado contra a democracia e a soberania popular.

O Líder do PT defende a suspensão das férias parlamentares

José Guimarães prega pressa na resolução da questão do Impeachment da presidente.

Os melhores vídeos do dia

Em virtude disto, ele defende que sejam suspensas as férias parlamentares de final de ano. O deputado afirma que é preciso "virar a página" sobre este assunto. O líder do PT defendeu a retomada do crescimento econômico a partir de 2016. Entretanto, a decisão do recesso está na dependência também do presidente do Senado, Renan Calheiros(PMDB-AL). Outro fator que concorre para o fato é a necessidade da votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o ano que vem.

Envolvimento do PT em golpe contra FHC

José Guimarães rechaçou qualquer tentativa de associar o PT com um possível pedido de impeachment contra o governo de Fernando Henrique, nos anos 90. O deputado admitiu que uma ala do partido era favorável ao processo, entretanto, um consenso dentro do partido votou contra a medida. Guimarães completou que o partido sempre atuou a favor das leis, sem golpes, pois o mesmo defende a perpetuação dos mandatos políticos escolhidos de forma democrática.