O líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães, em entrevista após a posse do novo ministro da economia, Nelson Barbosa, defendeu que o Governo deveria ser mais liberal quanto à liberação de dinheiro para a economia brasileira.

Comentando a saída de Levy do ministério da Fazenda

José Guimarães e outros membros partidários do governo sempre fizeram parte da ala que torceu pela saída de Levy . A posição do líder petista sempre foi contra a política do ajuste fiscal, implantada pelo ex-ministro e que vinha causando descontentamento entre vários políticos, inclusive fora do PT.

Lula e Dilma Rousseff já engrossavam o coro dos descontentes. Guimarães deixou bem claro esta posição. Ele afirmou que sempre manteve um bom relacionamento com o ex- ministro, ao qual aconselhava a liberar mais dinheiro para a economia.

A necessidade de mais dinheiro para os Estados

O deputado foi bastante categórico ao afirmar aquilo que já dissera a Levy: A necessidade de mais dinheiro para os Estados.

Guimarães justifica que os mesmos dispõem de um margem pequena de endividamento. Isto permite que recebam dinheiro do governo para o aquecimento de suas economias internas. O deputado explica que, a movimentação da economia dos estados, ajuda a reaquecer a economia do país como um todo. Nas palavras do parlamentar, o Brasil necessita de "mais Estado" e de " menos mercado", numa alusão clara à política ortodoxa implantada por Levy, na sua passagem pelo governo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo PT

O novo ministro e a política da virada para o ano que vem

As expectativas de Guimarães para Nelson Barbosa, no ministério da Fazenda, são definidas como ações que possibilitem ao país, " virar a página do arrocho econômico". Ele espera que a postura de Barbosa, em alinhamento com a política do PT, seja a de menos ajuste e mais produção e consumo, como meta importante.

Guimarães não descarta a necessidade de reformas

O deputado defendeu a necessidade de uma ampla reforma na previdência.

Isto também faz parte das ações citadas por Nelson Barbosa, mesmo antes de sua posse no ministério. O líder do PT afirmou que serão concluídas as ações iniciadas pelo ministro anterior, quanto ao ajuste fiscal e a manutenção do equilíbrio econômico. Entretanto, Guimarães descarta que as medidas fiquem restritas somente a este âmbito. O governo irá avançar na execução de estratégias que possibilitem o crescimento econômico, já para o ano que vem, como adiantou o deputado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo