O ex-ministro da Educação do Governo Dilma e ex-governador do Ceará, Cid Gomes(PDT-CE), declarou na última sexta feira, dia 12, o seu apoio ao ex-presidente Lula, que é atualmente suspeito na compra de um  apartamento e de um sítio em São Paulo. Cid afirmou que erros podem acontecer com qualquer homem de vida pública. No caso de Lula, quaisquer que sejam os que ele tenha cometido, sempre se tornarão muito pequenos, frente ao bem que o petista fez ao país nestes últimos anos.

Cid Gomes participou da inauguração de uma escola de tempo integral, no bairro Presidente Vargas, em Fortaleza. Por sinal, a mesma leva o nome de sua mãe, a professora Maria José Ferreira Gomes, falecida no ano passado.

O ex-governador estava acompanhado do prefeito da cidade, Roberto Claúdio(PDT-CE), possível candidato, pelo mesmo partido de Cid à reeleição e de seus irmãos Ivo Gomes, Lúcio Gomes e Lia Gomes. Ciro Gomes não compareceu ao evento.

A defesa de Lula e as acusações contra a direita na política  brasileira

O ex-ministro da educação aproveitou a ocasião para falar com a imprensa presente ao evento. Indagado sobre a conjuntura política atual, não hesitou em partir na defesa do ex-presidente. 

Falando sobre os escandâlos que envolvem o nome de Lula, Cid Gomes tentou minimizar a gravidade dos fatos, porém, admitiu que Lula tenha cometidos erros. O ex-ministro buscou mudar o foco. Ele afirmou que o bem que Lula teria feito ao país, durante todo o tempo em que se manteve no poder, seria muito maior que os erros cometidos pelo petista.

Os melhores vídeos do dia

Para Cid, é inevitável que diante de um cenário de consolidação e fortalecimento das instituições públicas, advindas das mudanças positivas feitas pelo PT, que os políticos corruptos estejam passíveis de investigações e de possíveis prisões, caso seja necessário.

Ao defender o ex-presidente, Cid Gomes reiterou a contribuição de Lula ao mudar de forma positiva a política brasileira. Isto deu uma cara nova ao país. Ele frisou a natureza positiva desta mudança trazida pelo ex-presidente.

Sem citar nomes, o ex-governador nao perdeu tempo e novamente voltou a criticar aqueles que querem destruir o governo Dilma. Cid acusou duramente os partidos que fazem oposição ao governo de tentarem promover a destruição da imagem de Lula.  Segundo ele, existe um grupo de direita que não aceita as mudanças feitas pelo petista. O político ressaltou que, acima de tudo isto, a própria história vai se encarregar de dar o merecido destaque ao nome do ex-presidente.