Um fator lamentável está sendo veiculado por procuradores da Operação Lava Jato, os procuradores acreditam que houve um vazamento de informações sobre a 24ª fase da operação Lava Jato e que gavetas e armários do Instituto Lula foram esvaziados antes dos procuradores cumprirem o mandado de busca e apreensão no Instituto.

Ao cumprirem o mandado de busca e apreensão na sede do Instituto em São Paulo, os procuradores encontraram muitas gavetas e armários vazios e estranharam a falta de agendas, documentos impressos e anotações que são comuns no dia a dia da parte administrativa de uma empresa.

Apenas computadores foram recolhidos e a esperança agora da Polícia Federal está focado nos arquivos armazenados na memória desses computadores.

Publicidade
Publicidade

Polícia Federal prevê encontrar documentos recolhidos em outros locais

A grande expectativa da Polícia Federal é encontrar os documentos que foram retirados do Instituto Lula em outros locais que também foram alvos de busca e apreensão da 24º operação Lava Jato.

Até familiares de petista tiveram suas casas vasculhadas por procuradores da Polícia Federal nessa sexta-feira (04) e a expectativa agora é encontrar esses documentos nessas residências.

Material recolhido será levado para o escritório de Inteligência da Receita Federal em São Paulo

Toda documentação recolhida nessa fase da operação Lava Jato será recolhida para o escritório de Inteligência da Receita Federal em São Paulo e ficará armazenado para posterior análise minuciosa de informações por investigadores da Polícia Federal.

Publicidade

O possível vazamento de informações também será investigado, pois a operação tramitava em segredo de justiça.

O presidente do Instituto Lula, o petista Paulo Okamoto também teve que depor nesta sexta-feira de forma coercitiva (depoimento obrigatório mesmo sem a vontade do depoente), assim como o fundador do Instituto, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, sendo que ambos já fizeram seus depoimentos e foram liberados.

Em nota divulgada a imprensa na tarde dessa sexta-feira, o Instituto Lula declarou que o ex-presidente jamais se envolveu em qualquer ilegalidade quando estava a frente da presidência e nem depois do cumprimento de mandato.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Lula

Sobre o mandado de busca e apreensão, o Instituto classificou como arbitrário, ilegal e  injustificável.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo