A articulação do governo demonstra um posicionamento favorável à presidente Dilma Rousseff. Através de negociações, o governo monta sua base para impedir o processo de Impeachment, que segundo grande parte dos brasileiros, é considerado golpe por não haver base jurídica.

Governo se fortalece a cada dia

'Uma guinada a esquerda' é o que os otimistas esperam da reação do governo, que sofre o pedido de impeachment.

Atendendo aos otimistas ou não, a presidenta Dilma Rousseff anunciou hoje no Diário Oficial da União (DOU), a nomeação de Jandira Feghali do PC do B, como vice-liderança do governo.

Jandira é uma deputada fluente e com muita experiência Política, já está no seu sexto mandato como deputada federal. A parlamentar é vista sempre ao lado de Dilma e Lula, como uma grande apoiadora do governo social que o PT instaurou no Brasil.

A deputada federal possui voz ativa no congresso e defende pautas como a democratização do acesso a universidade, o bolsa-família e a democratização dos veículos de informação no Brasil.

Jandira faz parte da base do governo e defende a não realização do impeachment. Em diversos vídeos na internet, a deputada é incisiva em suas declarações e pautas que defende. Para Dilma, Jandira é uma verdadeira aliada e assume a vice-liderança do governo em boa hora.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Lula

Jandira defende a democracia e é contra o impeachment

O pedido de impeachment está sendo negociado com cada deputado federal, onde metade se posicionou ainda como indecisos, caso o pedido chega a votação. Na segunda-feira (4), foi a vez de Cardozo, advogado geral da União, defender a presidenta na Comissão especial que analisa o pedido de impeachment.

O advogado alegou que pedido de impeachment sem fundamentação jurídica é golpe sim.

Afirmando que nenhum presidente pode ser afastado somente por motivos políticos.

Dilma Rousseff procura em sua base fragilizada apoios para a formação da frente que impedirá o curso do pedido de impeachment. Diversos veículos apontam vantagem a oposição, outros ao governo, o que se sabe é que a oposição precisa de dois terços dos parlamentares para que o processo chegue ao senado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo